Seguidores

Para aplacar protestos, Dilma propõe ‘pacto’ para melhorar serviços públicos


A presidente Dilma Rousseff afirmou na sexta-feira, 21, em cadeia nacional de rádio e TV, que vai conversar nos próximos dias com chefes de outros Poderes da República, governadores e prefeitos das principais cidades do país a fim realizar um grande pacto em torno da melhorai dos serviços públicos.
“Precisamos de suas contribuições, reflexões e experiências. De sua energia e criatividade, de sua aposta no futuro e de sua capacidade de questionar erros do passado e do presente”, declarou.
No discurso, a presidente afirmou que é preciso “oxigenar o nosso velho sistema político”. Segundo ela, é preciso encontrar mecanismos que tornem “nossas instituições mais transparentes mais resistentes aos malfeitos e acima de tudo mais permeáveis à influência da sociedade”. “É a cidadania, e não o poder econômico, quem deve ser ouvido em primeiro lugar”, completou.
A presidente destacou que é preciso “muito, mas muito mesmo” de formas mais claras de combate à corrupção e defendeu a ampliação da Lei de Acesso à Informação, proposta sancionada no governo dela, para os demais poderes da República e as instâncias federativas. “Ela é um poderoso instrumento do cidadão para fiscalizar o uso correto do dinheiro público”, observou. “Aliás, a melhor forma de combater a corrupção é com transparência e rigor”.
No final do discurso, Dilma repetiu que o governo “está ouvindo as vozes democráticas que pedem mudança”. “Eu quero dizer a vocês que foram, pacificamente, às ruas: eu estou ouvindo vocês!”, disse, mas fez uma admoestação. “E não vou transigir com a violência e a arruaça”. Ela encerrou o pronunciamento dizendo que será “sempre em paz, com liberdade e democracia que vamos continuar construindo juntos este nosso grande país”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts