Seguidores

Evellyn Melo, coordenadora do Procon em Parauapebas falou ao Minuto Finanças


A advogada Evellyn Melo, coordenadora do Procon em Parauapebas falou ao Minuto Finanças do professor Alderi Gonçalves que todas as terças e quintas-feiras apresenta o programa na rádio Arara Azul.

Evellyn Melo abordou sobre o tema "Consumo Consciente" implantado este ano pelo Procon parauapebense para alertar a população sobre essas duas palavrinhas que não vem andando juntos nos últimos anos pelas famílas.

CÂMARA PERDE UM EXCELENTE VEREADOR E VALMIR GANHA UM SUPER SECRETÁRIO


A crise política instalada entre o Poder Legislativo e o Executivo de Parauapebas teve sua primeira grande baixa. E quem perdeu foi a Câmara Municipal. João Assi, conhecido como João do Feijão usou de astúcia e fez um malabarismo sensacional. Primeiro abandonou a base governista do Valmir e  juntou-se ao grupo de oposição. Nem esquentou a cadeira de oposição e foi convencido a voltar para a base governista de forma mais sensacional ainda: abandonou seu mandato de vereador e assumiu a "importante" Secretaria de Esportes e Lazer (SEMEL).

Com essa movimentação do João do Feijão a Câmara dos Vereadores ficou cambaleante, pois perdeu o seu mais ilustre membro. Já o Prefeito Valmir Mariano está rindo a toa, pois conseguiu atravessar seu mais cruel inferno astral e saiu fortalecido com o convencimento do retorno do João do Feijão. Assim, a Câmara perde uma perna, uma cabeça pensante e Valmir ganha um gênio que vai revolucionar o seu governo.

João do Feijão estava na metade do seu segundo mandato. Vereador experiente, de personalidade forte e decisivo em todos os momentos do Poder Legislativo, sempre se destacou entre seus pares. Dono de uma inteligência inigualável, um senso de justiça afiado, lutou com todas as suas forças para defender os menos favorecidos. Todas as terças feiras a Câmara ficava lotada de populares que iam àquela casa só com um objetivo: ouvir o João do Feijão falar. Com um discurso forte, marcante e bem articulado, o seu João era capaz de convencer até os mais céticos. Era comum observar na plenária estudantes universitários com gravadores ligados para tomarem as lições e absorverem a sapiência enquanto o Feijão proferia seu discurso.

E agora, o que será da Câmara sem o João do Feijão? As sessões não serão mais as mesmas. Aquele ambiente outrora tão cheio de vida agora ficará sombrio, pois perdeu sua principal estrela. Pobre do Vereador Zacarias que assumirá sua vaga de vereador com a missão impossível de substituir o João do Feijão! Definitivamente o seu João é insubstituível. É incomparável!

Mas nem tudo é lamentação e tristeza. Se por um lado a Câmara perde, por outro, ganha o prefeito Valmir e todo o município de Parauapebas. João assume a secretaria mais importante do governo e com sua experiência e dedicação o esporte dará uma guinada de 360 graus. Agora nossa juventude está bem representada e poderá contar com a energia, a vitalidade e a dedicação do João do Feijão. Como um desportista nato, seu João revolucionará o esporte e o lazer de Parauapebas, tornando a secretaria uma referência no Estado do Pará. Valmir está sorrindo a toa e a oposição está desnorteada com tamanho golpe. Não contavam com a astúcia, a inteligência e o poder de articulação do super-Valmir Furacão.

Em tempo: Papai Noel e o Coelhinho da Páscoa mandam lembrança.
Blog do Luiz Vieira

Superação e liderança em tempos de crise


Conhecem aquele adágio: "Enquanto uns choram, outros fabricam lenços"? Nada mais verdadeiro do que mostrar uma atitude positiva na superação de crises. Somente aquele que chora por "um resto de esperança" é que fica "sentado à beira do caminho", como diz a música.

Conhecemos o líder em momentos de crise. Alguns ficam entrincheirados em suas mesas, analisando relatórios, dados e orçamentos, esperando que a situação mude. Outros não. Procuram agir sobre os acontecimentos, tomam atitudes, fazem as coisas acontecerem, colocam-se frente aos problemas, criando expectativas.
Vejamos os três princípios para superar uma crise, segundo os especialistas:

1º. Seja engajado e engaje as pessoas.
Lidere a partir do exemplo. Mostre-se à equipe, discuta sinceramente os problemas. Comunique-se permanentemente com seus liderados. Contagie as pessoas com uma atitude positiva. A verdade é que se agir sobre os fatos, mudará a realidade.

2º. Crie uma visão, uma direção, um significado.
Visualize um quadro futuro e comunique-se com convicção e entusiasmo contagiantes. Isso inspira as pessoas e as fazem suportar as dificuldades, superando-as. Moisés trabalhou a visão da terra prometida e assim o povo suportou o deserto.

3º. Mexa com a equipe.
A hierarquia é o maior inimigo da crise. Esperar ordens serem dadas não funciona. Atitude sim. Discuta os problemas com a equipe, procurem a solução juntos. Deixe-os participarem. Um bom exemplo é a exploração do Pólo Sul, quando tivemos na corrida dois líderes, Scoth e Amundsen. Scoth era militar, seu comando era rígido e somente ele dava ordens. Todos morreram de fome e de frio na tentativa da chegada. Amundsen discutia com seus liderados, aceitava as melhores ideias e as executava. Assim, chegou ao Pólo Sul e voltou com vida. Ele e a sua equipe.

Pena que existem muitos líderes que só atuam quando a crise batem a sua porta, quando na verdade deveriam fazer o seu papel normal como líder, independente da crise.

No Brasil, 75% das adolescentes que têm filhos estão fora da escola


 Sheila Andrade tinha 16 anos e iniciava o terceiro ano do ensino médio na Zona Sul de São Paulo quando descobriu que estava grávida do então namorado. Aos cinco meses de gravidez, a dificuldade de se locomover a pé até a escola a fez desistir de estudar. Hoje, seu filho Brayan tem seis meses, e a jovem passa os dias em casa cuidando do bebê, enquanto tenta uma vaga em uma creche pública, para poder então voltar às aulas.

A jovem Sheila, hoje com 17 anos, encara a realidade de outras mais de 309 mil mães adolescentes que estão fora da escola, segundo levantamento do Movimento Todos pela Educação, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2013, ao qual o G1 obteve acesso.

A Pnad mostrou que o Brasil tinha 5,2 milhões de meninas de 15 a 17 anos. Dessas, 414.105 tinham pelo menos um filho. Neste grupo, apenas 104.731 estudam. As outras 309.374 estão fora da escola. Um pequeno grupo só trabalha (52.062).

A maioria dessas jovens (257.312 adolescentes) não estudam nem trabalham. É o caso de Sheila, que depois do nascimento de Brayan teve de parar de estudar e trabalhar. "Quero concluir o ensino médio e conseguir um emprego", diz Sheila.

Contas do governo têm pior resultado para fevereiro em 19 anos

RESULTADO PRIMÁRIO
Meses de fevereiro, em R$ milhões
6482791.5701.4765692.5253.8334.2832.0163.6073.4995.217-1.111-1.1812.5355.389-6.618-3.116-7.357Ano 1997Ano 1998Ano 1999Ano 2000Ano 2001Ano 2002Ano 2003Ano 2004Ano 2005Ano 2006Ano 2007Ano 2008Ano 2009Ano 2010Ano 2011Ano 2012Ano 2013Ano 2014Ano 2015-10k-5k0k5k10k
Fonte: Tesouro Nacional

As contas do governo registraram em fevereiro o pior resultado para o mês desde o início da série histórica, em 1997. Segundo números divulgados nesta terça-feira (31) pela Secretaria do Tesouro Nacional, foi registrado um déficit primário (receitas menos despesas, sem contar os juros) de R$ 7,35 bilhões no mês passado.

Em fevereiro do ano passado, ainda segundo números oficiais, as contas do governo tiveram um déficit primário de R$ 3,11 bilhões. Até então, o pior resultado para o segundo mês do ano havia sido registrado em 2013 – quando as contas ficaram no vermelho em R$ 6,61 bilhões, de acordo com dados do Tesouro Nacional.

O resultado das contas públicas tem sido influenciado pelo fraco comportamento da arrecadação, que sofre com o baixo crescimento da economia. Em fevereiro deste ano, a arrecadação teve uma alta real (acima da inflação) de 0,49%, para R$ 89,9 bilhões. Foi o primeiro crescimento real desde setembro do ano passado, que só aconteceu por conta do ingresso de receitas extraordinárias da ordem de R$ 4,64 bilhões.

Música - Fera Ferida


Após queda na audiência, Globo relança a novela ‘Babilônia’


Neste final de semana, a Globo começou uma verdadeira operação de salvamento de “Babilônia”. Alvo de críticas, a novela derrubou a audiência do canal no horário nobre.
Segundo o site “Notícias da TV”, para recuperar o público que migrou para SBT e Record, o canal começou a exibir novas chamadas da trama em uma espécie de “relançamento” da obra.
Nas vinhetas, a mocinha Regina (Camila Pitanga) está sendo apresentada para que quem nunca viu o folhetim. "Rio de Janeiro, morro da Babilônia. Aqui vive Regina, uma mulher que se esforça para cuidar da família e tem muito orgulho de seu trabalho. Depois de uma decepção amorosa, ela nunca mais se envolveu com ninguém. Mas Vinicius (Thiago Fragoso) está conseguindo aos poucos mudar essa história", diz a chamada.
Os intervalos da Globo também estão sendo bombardeados por chamadas apresentando tramas paralelas, como a do “político corrupto” Aderbal (Marcos Palmeira) e do romance entre Rafael(Chay Suede) e Laís (Luisa Arraes).
Ainda de acordo com o veículo, nos bastidores da emissora, a avaliação é a de que “Babilônia”exagerou ao concentrar os primeiros capítulos em personagens polêmicas, como as vilãs Beatriz(Glória Pires) e Inês (Adriana Esteves) e no casal de lésbicas Teresa (Fernanda Montenegro) eEstela (Nathalia Timberg).

Pesquisa diz que 40% das policiais já sofreram assédio sexual ou moral


O trabalho delas é proteger as pessoas. Mas, muitas vezes, são elas que precisam de proteção. Você vai ver o resultado de uma pesquisa inédita sobre assédio contra mulheres policiais dentro de suas próprias corporações. São relatos dramáticos.

Relatos parecidos ecoam pelos corredores das delegacias e quartéis. Mulheres policiais assediadas por outros policiais. De tão frequentes, os casos viraram tema de uma pesquisa inédita do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e da Fundação Getúlio Vargas.

Os dados são sombrios: 40% das entrevistadas disseram já ter sofrido assédio moral ou sexual no ambiente de trabalho. A maior parte das vezes quem assedia é um superior. O levantamento foi feito com mulheres das guardas municipais, pericia criminal, Corpo de Bombeiros e das Policias Civil, Militar e Federal. Tudo de forma anônima. Não à toa. A pesquisa também mostrou que só 11,8% das mulheres denunciam que sofreram abuso.

“Medo da pessoa, medo da minha carreira, medo de ser tachada pelos outros”, afirma uma mulher que não quis se identificar.

Poucas se atrevem a mostrar o rosto. Como Marcela e Katya. Esta semana, elas foram com outras duas colegas à Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para falar sobre o assédio que dizem ter sofrido.

As quatro são policiais militares e alegam terem sido vítimas da mesma pessoa, o Tenente Paulo César Pereira Chagas.

“Sempre esse tenente sempre passava por mim, pelo pátio da companhia e me elogiava. Falava assim: ‘seu sorriso alegra meu dia’, conta Katya Flávia de Queiros, soldado da Polícia Militar.

“Até que as conversas começaram a ficar mais ousadas”, conta Marcela Fonseca de Oliveira, soldado da Polícia Militar.

“Na época, meu casamento foi totalmente abalado por isso. Passei muita dificuldade. Tive que voltar para casa dos meus pais. Minha vida foi totalmente destruída por causa disso”, relembra Katya.

Foi então que elas entenderam que não eram culpadas pelo assédio e decidiram se unir para denunciar o homem que elas apontam como agressor.

“A gente se sente tão fraca quando está em uma situação dessa’, diz Marcela.

O Fantástico procurou o tenente, mas quem respondeu por ele foi a Polícia Militar de Minas Gerais. Em nota, a PM diz que o assédio é transgressão grave, de acordo com o código de ética e disciplina da corporação.

Mas, até agora, a única punição sofrida pelo tenente foi a transferência do local de trabalho.
“Elas não têm mais o acompanhamento do oficial que dirigiu a elas esses gracejos” diz o comandante da 10º RPM de Patos de Minas/MG, Coronel Elias Saraiva.

“Eles não veem a gente como profissional, como uma militar, como todos os outros. É como se a gente fosse um pedaço de carne. Ou que estivesse lá desfilando para embelezar o quartel”, lamenta Katya.

Em qualquer ambiente de trabalho, casos de assédio sexual e moral são graves. E quando os envolvidos são policiais o desfecho é imprevisível.

“Nosso policial anda armado e de repente pode acontecer uma tragédia”, afirma o presidente da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares de MG, Marco Antonio Bahia.

“Nós sabemos que pessoas, tanto homens quanto mulheres que estão na corporação da polícia tem um tom de agressividade a mais do que a população geral”, diz a psiquiatra Alexandrina Meleiro.

“A gente fica atormentada, psicologicamente. Eu cheguei a um ponto que até eu tive vontade de matar”, afirma a vítima que não quis se identificar.

Uma policial militar sofreu durante dois anos calada. Ela é casada e tinha medo que o assédio prejudicasse sua família e sua carreira.

“A pessoa começou a chantagear e ameaçar. Caso eu contasse para alguém, que ele ia reverter a situação contra mim. Ele falou assim: ‘você não tem prova. Você não tem prova nenhuma. Ninguém nunca viu eu fazendo nada’”, conta a vítima.

Até o dia que ela não aguentou tanta pressão.

“Eu estourei, comecei a gritar com ele e falar que ele me assediava o tempo todo, que ele era tarado, que eu estava com medo dele”, relembra a vítima.

Depois de uma investigação interna, a punição aplicada, mais uma vez, foi a transferência para outro quartel.
“E foi tudo muito bem apurado. E foi comprovado o assédio”, conta a vítima.

As mulheres reclamam que não existe um setor específico para receber relatos de abusos sexuais e morais. Ao todo, 48% das policiais afirmam que não sabem exatamente como denunciar. E 68% das que registraram queixa não ficaram satisfeitas com o desfecho do caso.

“Você não tem a quem recorrer. Se todo mundo recorre a polícia, você está dentro da polícia sofrendo assédio, você vai para onde?”, diz uma outra mulher que também não quis ser identificada.

Uma PM do Piauí acusa a polícia de abafar os casos de assédio. “Eles procuram colocar, por ser um meio machista, a culpa na mulher. E não a culpa neles mesmos que são os causadores”, diz.

Segundo a Polícia Militar do estado, nos últimos três anos nenhuma denúncia formal de assédio foi registrada.

“A gente tem que tomar cuidado porque as próprias policiais têm sido vítimas de um crime, e que precisa ser investigado, que precisa ser explicitado”, afirma o pesquisador do Fórum Brasileiro de Segurança Pública Renato Sergio de Lima.

Uma Policial Civil diz que foi assediada durante meses. Ela é da Região Metropolitana de Belo Horizonte e foi trabalhar no interior de Minas logo no começo da carreira. Era a única policial feminina do lugar e passou a ser alvo do delegado da cidade.

“Perguntava se eu queria carona. Se eu queria que ele me levasse pra casa. Eu dizia que não e ele vinha me acompanhando o tempo todo. Até chegar perto de casa. Até no dia em que ele tentou me agarrar”, conta.
A partir daí, o assediador mudou de estratégia.

“Primeiro, eles tentam alguma coisa com você. Quando você fala que não ai eles passam para o assédio moral. Ai você não presta no serviço, você não serve para nada”, conta a vítima.

As marcas do assédio moral para ela é mais grave; ai vem a depressão. Vem até um fenômeno maior que é o suicídio”, conta o presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil/MG, Denilson Martins.

Você se sente um nada. Você se sente menos que um grão. Você não se sente nada”, lamenta a mulher.

Em nota, a Polícia Civil de Minas Gerais afirma que tem um conselho de ética ligado à Corregedoria-geral para acolher qualquer tipo de denúncia, inclusive as de assédio.

“Eu recorri dentro da própria instituição. Foi um erro porque a instituição não fez nada, só colocou panos quentes”, diz a mulher.

“Esse é o grande problema: a quem reclamar. Eu acho que nesta condição a mulher deveria buscar o controle externo das policias que é o Ministério Público”, afirma a secretaria nacional de Segurança Pública Regina Miki.

“Se a gente abaixar a cabeça, coisas como essas podem acontecer com mais gente”, afirma Katya Flávia de Queiros, soldado da Polícia Militar.

Brasil fica na 20ª posição em ranking internacional de perda de água

Quando o assunto é perda de água tratada, o Brasil ocupa a 20ª posição em um ranking com 43 países. O levantamento foi feito pelo IBNET (International Benchmarking Network for Water and Sanitation Utilities), com dados de 2011. De acordo com o estudo, o Brasil perde 39% de sua água tratada. As perdas antes que a água chegue ao consumidor final incluem casos como vazamentos e ligações clandestinas.
Perda de água por país (Foto: Editoria de Arte/G1)
Na lista, o Brasil fica atrás de países como Vietnã (que perde 31%), México (24%), Rússia (23%) e China (22%). O que mais perde água tratada na lista é Fiji, um país insular da Oceania que desperdiça 83% da água que trata. Já entre os com menor índice de perda estão Estados Unidos (13%) e Austrália (7%).

O dado do IBNET em relação ao Brasil em 2011 é semelhante ao verificado no mesmo ano pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), ligado ao Ministério das Cidades. Segundo o órgão, o índice de perda em 2011 era de 38,8%.

O dado mais atualizado do SNIS sobre as perdas de água tratada no Brasil é de 2013. Naquele ano, 37% da água tratada no país foi perdida.
O número representa 5,8 trilhões de litros de água. Isso seria suficiente para abastecer a cidade de São Paulo por sete anos e meio. O cálculo foi feito pelo G1 levando em conta apenas a água utilizada para consumo humando, considerando que, em 2013, a média de consumo no estado era de 188 litros diários por habitante, segundo o SNIS. Já o Instituto Trata Brasil estima em 39,1% do total produzido a perda de água tratada.

A quantidade de água desperdiçada inclui perdas com vazamentos em adutoras, redes, ramais, conexões, reservatórios e outras unidades operacionais do sistema. Esses vazamentos são verificados principalmente em tubulações da rede de distribuição, provocados especialmente pelo excesso de pressão em regiões com grande variação de relevo.

Também estão inclusas nos 37% as perdas chamadas pelo SNIS de “não físicas”, que é a água que foi efetivamente utilizada porém não foi medida e deixou de gerar faturamento às empresas prestadoras do serviço. Isso compreende situações como erros de medição (hidrômetros inoperantes, com submedição, erros de leitura, fraudes), ligações clandestinas, “gatos” e falhas no cadastro comercial.

Os estados do Sudeste e do Centro-Oeste estão abaixo da média nacional de perda de água tratada, com índice de 33,4%. A região que tem esse tipo de desperdício mais acentuado é a Norte (50,8%), seguida por Nordeste (45%) e Sul (35,1%). Entre as capitais, a variação no índice de perdas é ampla, com a menor em Goiânia, com 21,3%, e a maior em Macapá, 73,6%.

Mercado financeiro passa a prever queda de 1% no PIB em 2015

http://www.megaartigos.com.br/blog/wp-content/gallery/como-funciona-o-mercado-financeiro/mercado-financeiro-13.jpg 
Os economistas do mercado financeiro previram, pela primeira vez, que a economia brasileira terá uma retração de 1% neste ano. Se confirmado, será o pior resultado em 25 anos, ou seja, desde 1990 – quando foi registrada uma queda de 4,35%.

Segundo levantamento feito pelo Banco Central com mais de 100 instituições financeiras na semana passada, e divulgado nesta segunda-feira (30), a estimativa para a Produto Interno Bruto (PIB) de 2015 passou de uma contração de 0,83%, na semana retrasada, para um encolhimento de 1% na última semana. A piora na projeção do mercado foi a décima terceira seguida.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços feitos em território brasileiro, independentemente da nacionalidade de quem os produz, e serve para medir o comportamento da economia brasileira. Para 2016, o mercado baixou sua expectativa de uma alta de 1,20% para um crescimento de 1,05%. Foi a quarta redução consecutiva.

Na última semana, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a economia brasileira cresceu 0,1% em 2014. Em valores correntes (em reais), a soma das riquezas produzidas no ano passado chegou a R$ 5,52 trilhões, e o PIB per capita (por pessoa) caiu a R$ 27.229. Esse é o pior resultado desde 2009, ano da crise internacional, quando a economia recuou 0,2%.

Música - Terra de Ninguém


Rede Globo a maior patrocinadora da imoralidade no Brasil

Imagem: Divulgaçã
Entra novela e sai novela é uma verdadeira apologia ao homossexualismo e a todo o tipo de perversão moral.
Não tenho nenhuma dúvida que a Rede Globo é: A MAIOR PATROCINADORA DA IMORALIDADE E DO HOMOSSEXUALISMO NO BRASIL. UMA VERGONHA!
Nos EUA, que é o país mais democrático do mundo, não existe nenhuma possibilidade que entre às 21h e 22h horas, quando ainda muitas crianças e adolescente estão acordados, a televisão mostre a imoralidade como a TV brasileira mostra. O Brasil está confundindo liberdade com libertinagem. Toda sociedade que não tem limites se autodestroi.
A mídia tem um papel fundamental na construção de valores e na maneira que um grupo social vive. O ser humano vive de modelos de imitação, por isso quando nascemos somos a criatura mais ignorante, para nos tornarmos a mais inteligente, e isso só é possível através das relações sociais. A Rede Globo tem contribuído para a destruição de valores morais fundamentais para o bem-estar da sociedade, isso é uma afronta a família, uma afronta as crianças e aos adolescentes, a imoralidade que esse veículo de comunicação tem propagado para a sociedade.
O nome da novela – Babilônia – representa muito bem o que tem sido a Rede Globo, um instrumento de podridão moral. E espero, que como a antiga Babilônia, que eles se autodestruam.
Pastor Silas Malafaia

Música - No Meu País


SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS AUTORIZA ESTUDANTES A FREQUENTAREM BANHEIROS CONFORME SUA ORIENTAÇÃO SEXUAL


Por Renato Vargens

No dia 12 de março passado, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República publicou a Resolução no.12/2015, que autoriza estudantes, de qualquer idade, a usar nome social e frequentar banheiros e vestiário conforme sua orientação sexual. 

O documento garante que as instituições e toda rede de ensino, particular e pública, “em todos os níveis e modalidades“, reconheçam e adotem o “nome social” daquelas pessoas cuja identidade civil não corresponda a sua opção sexual. Conforme orientado, basta que o estudante se apresente como homossexual e que reivindique o nome social por escrito. A resolução orienta ainda que as escolas assegurem o acesso à vestiários, banheiros e todas as áreas segregadas por gênero, quando houver, conforme também a opção sexual.

Vários parlamentares têm manifestado indignação em relação à medida. Principalmente, em função do artigo 8º da Resolução, o qual retira dos pais e responsáveis o direito de acompanhar a conduta dos estudantes adolescentes nas escolas. A deputada distrital Sandra Faraj (SOLIDARIEDADE) organiza, em Brasília, abaixo assinado pedindo a presidente Dilma Rousseff a revogação da medida.

Pois é, diante tamanha aberração, resta-me manifestar minha indignação com essa resolução. Confesso que  esse governo me enoja. Sinceramente propostas como essa são absurdas. Ora, aonde já se viu permitir que homens e mulheres escolham os banheiros que desejam usar segundo suas vontades particulares? Aonde já se viu determinar que crianças podem escolher os banheiros que frequentarão sem a devida autorização dos pais?

Prezado amigo, essa medida afronta a família, bom senso, a dignidade e a moralidade.

Que Deus tenha misericórdia do Brasil.

Assassinando a Língua Portuguesa


Um misterioso assassinato aconteceu no bairro Paraíso que vem deixando os moradores boquiabertos com esse lamentável assassinato com requintes de crueldade na capital do minério.  

Professores aceitam proposta de 10% de aumento salarial

"De cada um, de acordo com suas habilidades, a cada um, de acordo com suas necessidades."
Karl Marx



Na assembleia realizada pelo sindicato dos professores ficou decidido por ampla maioria que a proposta oferecida pelo governo municipal de 10% de aumento salarial + R$ 400, 00 de vale alimentação era a mais viável no momento.

Com essa proposta aprovada pela categoria um professor iniciante com 200h + 10% ganhará R$ 4 236,00 + R$ 400, 00 de vale alimentação, terá seus ganhos aproximadamente de R$ 4 636,00.



Professores dão um show de participação na acalorada assembleia

Nós somos muitos
Não somos fracos
Somos sozinhos nesta multidão
Nós somos só um coração
Sangrando pelo sonho(Fragmentos da música Tudo Azul de Lulu Santos)



Fantástico, maravilhoso, brilhante e de comemorar a atuação dos professores na assembleia que decidiria o futuro salário dos mestres.

Contagiante foi ver os professores atentos a tudo que era exposto pela coordenação do sindicato uns falavam que o aumento que o governo ofereceu de 10% mais R$ 400, 00 de vale alimentação já estava de bom tamanho devido a crise econômica que vem assolando a capital do minério e que no momento o governo só poderia oferecer esse valor.

Outros falavam que o governo poderia sim oferecer 13% mais os R$ 500,00 de vale alimentação pois o município tem condições de pagar o alor exigido por parte da categoria.

Após as falações, os professores estavam ansiosos para decidirem qual seria a proposta vitoriosa que seria aprovada pela grande maioria dos que estavam presentes.

Os professores estão de parabéns pela participação numa assembleia tão importante que decidiu o rumo financeiro da categoria para os anos de 2015-2016, mas que a categoria não compareça em peso somente nos embates sobre aumento salarial.


Uma assembleia muito acalorada


Como dizia o eterno presidente Lula "nunca antes na história" houve uma assembleia tão cheia de discurso empolgados por parte dos professores como a realizada na noite da sexta-feira 27 na Câmara Municipal. 


Os discursos deram o tom do acalorado debate na assembleia dos professores onde o ponto principal do embate era se aceitavam ou não os 10% e os R$ 400,00 de vale alimentação, pois um grupo de professores fizeram uma proposta para que ao menos o governo oferecesse 13% + R$ 500,00 de vale alimentação. 


Mas, infelizmente o que se viu na assembleia foram os professores se digladiando, com vaias, gritos e uma falta de postura que em alguns momentos esqueceram que são da mesma categoria.   

Música - Nada Sei


Professor Renato Janine Ribeiro é o novo ministro da Educação

Renato Janine Ribeiro, professor de Ética e Filosofia Política da USP, durante debate em março de 2010  (Foto: J. F. Diorio/Estadão Conteúdo)
A Presidência da República anunciou no início da noite desta sexta-feira (27) que o professor Renato Janine Ribeiro será o novo ministro da Educação. A informação foi antecipada peloBlog do Camarotti. A posse do novo ministro será no próximo dia 6 (confira a repercussão).
Professor aposentado da Universidade de São Paulo (USP), Janine Ribeiro assumirá o comando do MEC no lugar de Cid Gomes, que deixou a pasta na semana passada após um conflito com deputados em sessão da Câmara.
Janine Ribeiro é o quinto ministro da Educação desde o início do primeiro mandato de Dilma Rousseff, em janeiro de 2011. Antes dele, passaram pela pasta Fernando Haddad, atual prefeito de São Paulo; Aloizio Mercadante, hoje ministro da Casa Civil; José Henrique Paim; e Cid Gomes. Desde a saída de Gomes, o secretário-executivo da pasta, Luiz Claudio Costa, chefiava o MEC interinamente. Segundo o G1 apurou, ele foi convidado por Janine Ribeiro para permanecer como secretário-executivo.
Há cerca de uma semana, ao negar uma reforma ministerial, a presidente Dilma afirmou que o Ministério da Educação não entraria na divisão partidária do governo, já que, segundo ela, trata-se de um dos ministérios "mais importantes do país".
"O MEC não é dado para ninguém. O MEC é um dos ministérios mais importantes do país porque eu tenho o compromisso de construir um caminho para a educação brasileira dando mais passos do que nós já demos", afirmou, após ser questionada sobre se, com a saída de Cid Gomes, a pasta seria “devolvida” ao PT ou “entregue” ao PMDB.
Doutor em filosofia, Renato Janine Ribeiro ensinava ética e filosofia política na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Entre os cargos que ocupou está o de presidente da Comissão de Cooperação Internacional da USP (CCInt), entre 1991 e 1994, e secretário e conselheiro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), entre 1997 e 1999. Também foi diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), de 2004 a 2008, quando coordenou mais de 2,5 mil cursos de mestrado e doutorado do Brasil.
Janine Ribeiro publicou diversos livros na área de filosofia e ciência política, entre os quais "A sociedade contra o social: o alto custo da vida pública no Brasil", obra vencedora do Prêmio Jabuti 2001 na área de ensaios e ciências humanas.

Feliz aniversário vereador Eliene Soares


Hoje o dia é de comemoração para a vereadora Eliene Soares, que completa mais um ano de vida. Saúde, amor e harmonia é o que lhe desejamos sempre! 

Muitas felicidades e realizações! 

São os votos da Câmara Municipal de Parauapeas e do blogger.

Minuto Finanças - Consumo das famílias tem a menor taxa desde 2003, aponta IBGE

Taxa de consumo das famílias
Variação anual, em %
-0,73,94,35,46,36,44,26,44,83,92,90,920052010-202468
Fonte: IBGE
O consumo das famílias brasileiras, despesa que compõe e impulsiona a economia brasileira, medida pelo Produto Interno Bruto (PIB), subiu 0,9% no ano passado, em comparação com 2013, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (27).
Esta é a menor taxa desde 2003, quando ficou em -0,7%. Em 2014, o país cresceu 0,1%.
Segundo a coordenadora de Contas Nacionais do órgão, Rebeca de La Rocque Palais, a taxa teve este resultado em 2014, apesar da variação positiva de 4,1% da massa salarial real dos brasileiros, em razão do aumento da taxa de juros, inflação e estagnação do crédito à pessoa física.
“A gente continuou tendo crescimento do emprego e do rendimento real das famílias, mas, por outro lado, teve crescimento da taxa média de juros no ano, em relação a 2013", analisou a especialista do IBGE.
“Além disso, o crédito, que antes vinha crescendo bastante, especialmente o focado para as pessoas físicas, a gente já viu uma estagnação em termos reais. Então tudo isso afetou o consumo das famílias e a indústria de transformação também. A gente vê que além dos bens de capital [como máquinas e equipamentos], os bens de consumo duráveis, no caso da indústria, foram bastante afetados”, completou Rebeca Palais.
Despesas pessoais x preço
Ainda segundo a coordenadora de Contas Nacionais, o aumento do custo das despesas pessoais acima da média dos preços da economia influenciou diretamente a desaceleração do consumo.
“A gente pode citar especificamente a parte das despesas pessoais, inclui arte, recreação e outros serviços. O setor teve queda em 2014, e claro que é influenciado pelo aumento dos preços, e aí afetou negativamente o consumo das famílias também. As despesas pessoais tiveram crescimento acima da média dos preços da economia", disse Rebeca.

Economia brasileira cresce 0,1% em 2014, diz IBGE




PIB anual 2014 (Foto: Editoria de Arte/G1)























A economia brasileira cresceu 0,1% em 2014, segundo informou nesta sexta-feira (27) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em valores correntes (em reais), a soma das riquezas produzidas no ano passado chegou a R$ 5,52 trilhões, e o PIB per capita (por pessoa) caiu a R$ 27.229.

Esse é o pior resultado desde 2009, ano da crise internacional, quando a economia recuou 0,2%. Em 2013, de acordo com dados revisados, a economia havia crescido 2,7%.

Os números apresentados pelo IBGE já foram calculados com base na nova metodologia, que incluiu dados que não existiam e mudou a classificação de alguns itens.  

“O que contribuiu para o crescimento foram os serviços e, negativamente, foi a indústria”, afirmou Rebeca de La Rocque Palais, coordenadora de Contas Nacionais do IBGE.

A previsão mais recente do Banco Central era que o PIB tivesse recuado 0,1%, próxima à do Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), chamado de "prévia do PIB", que estimava uma contração de 0,15% no ano passado. Já a expectativa dos analistas do mercado financeiro era positiva, porque indicava uma alta de 0,15%, segundo o boletim Focus, do Banco Central.

Em relação ao terceiro trimestre de 2014, o PIB de outubro a dezembro avançou 0,3%. O resultado foi puxado pela agropecuária, que cresceu 1,8%, e pelo setor de serviços, que teve expansão de 0,3%. Por outro lado, a indústria mostrou leve queda de 0,1%.

Frente ao 4º trimestre do ano anterior, o PIB mostrou retração de 0,2%, de acordo com o IBGE
.

Alô Queiroga

Quando a chuva cai
Nas noites mais solitárias
Lembre-se que sempre
Estarei aqui
Quando a chuva cai
Nas noites mais solitárias
Lembre-se que sempre(Fragmentos a música Cai A Noite do Capital Inicial)



Andando por alguns bairros da capital do minério, ainda falta visitas outros ainda, mas já percebi que o nobre secretário de obras terá que fazer muito até as eleições do ano que vem.

As ruas estão muito esburacadas, horrível e o esgoto passando a céu aberto nos intermináveis buracos existentes na capital do minério.

Na rua Dacar, no bairro Vila rica, onde tirei essas fotos e que fica próximo ao anexo da escola Eunice Moreira pelo que se ver precisa urgentemente ser arrumado. 

Conforme combinado pelo blogger em ajudar a secretaria de obras apontando ou informando onde a buraqueira está reinando.

Ampliação do aeroporto de Redenção beneficiará 23 municípios

 
Na audiência ficou definido que obra deverá ser iniciada no segundo semestre desse ano
 
O prefeito de Redenção, Vanderlei Coimbra juntamente com alguns prefeitos da região e o deputado federal Arnaldo Jordy (PPS) se reuniu na última terça-feira (24) na Secretaria de Aviação Civil, em Brasília, para tratar com o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, sobre a ampliação do aeroporto de Redenção.

De acordo com Padilha, essa obra já está inserida no programa de ampliação dos aeroportos regionais. “A obra deverá ser iniciada no segundo semestre desse ano com conclusão prevista para o ano que vem, Redenção terá um aeroporto de porte internacional”, garantiu o ministro. Os estudos com a projetista já foram iniciados, essa fase do anteprojeto tem prazo até maio para ser entregue, depois segue para licitação e definição do porte e valor a ser investido.


O deputado Jordy, disse que a ampliação desse aeroporto representa uma vitória para a região. “Serão 23 municípios contemplados com esse investimento, um aeroporto desse porte irá beneficiar muito a região sul e sudeste do Pará. Os prefeitos estão de parabéns por conseguirem essa vitória”, disse.


O prefeito Vanderlei Coimbra está confiante com mais essa conquista, “Com essa ampliação, Redenção receberá vôos de grande porte. Atualmente somente Marabá e Serra dos Carajás têm aeroportos desse nível”, afirmou.



Nota - Serra dos Carajás não é cidade, a cidade é Parauapebas.

Fonte -

Os 20 jogadores mais bem pagos do mundo

Resultado de imagem para ricos 
1. Lionel Messi (Barcelona/Argentina) - 65 milhões de euros 2. Cristiano Ronaldo (Real Madrid/Portugal) - 54 milhões de euros 3. Neymar (Barcelona/Brasil)- 36,5 milhões de euros 4. Thiago Silva (PSG/Brasil)- 27,5 milhões de euros 5. Robin van Persie (Manchester United/Holanda)- 25,6 milhões de euros 6. Gareth Bale (Real Madrid/País de Gales)- 23,8 milhões de euros 7. Wayne Rooney (Manchester United/Inglaterra)- 22,5 milhões de euros 8. Zlatan Ibrahimovic (PSG/Suécia)- 21,5 milhões de euros 9. Sergio Agüero (Manchester City/Argentina)- 21,2 milhões de euros 10. Robert Lewandowski (Bayern de Munique/Polônia)- 20,2 milhões de euros 11. Eden Hazard (Chelsea/Bélgica)- 20 milhões de euros 12. Yaya Touré (Manchester City/Costa do Marfim)- 20 milhões de euros 13. Angel di María (Manchester United/Argentina)- 18,5 milhões de euros 14. Radamel Falcão (Manchester United/Colômbia)- 18,5 milhões de euros 15. Iker Casillas (Real Madrid/Espanha)- 17,8 milhões de euros 16. David Silva (Manchester City/Espanha)- 17,3 milhões de euros 17. Cesc Fàbregas (Chelsea/Espanha)- 17,3 milhões de euros 18. David Luiz (PSG/Brasil)- 17,2 milhões de euros 19. Karim Benzema (Real Madrid/França)- 17 milhões de euros 20. Mario Götze (Bayern de Munique/Alemanha)- 16,9 milhões de euros

Popular Posts