Seguidores

Minuto Finanças - Recorde no desemprego: taxa chega a 11%, com mais de 11 milhões de desocupados no país

140926-mercado-trabalho-desemprego-1-300x219
O Brasil bateu mais um recorde de desemprego este ano. Com a taxa de 10,9% no primeiro trimestre de 2016, esse é o maior percentual registrado desde o início da série histórica da chamada Pnad Contínua, pesquisa de desemprego do IBGE, iniciada em 2012. No trimestre encerrado em dezembro, o índice havia chegado a 9%.
Os números são ainda piores quando se aprofunda a análise dos dados. São 11 milhões de brasileiros sem trabalho, numa queda de 2,2% de empregos com carteiras assinadas e um aumento de quase 40% em relação ao mesmo período do ano passado. A maior redução partiu da indústria geral, com queda de 5,2% sobre dezembro, seguida pela construção e pela administração pública. 
O rendimento médio do trabalhador também encolheu 3,2% .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts