Seguidores

Brasileiro começa a ver Temer como mal menor


Diz o brocardo que não adianta chorar pelo leite derramado. O que está feito está feito. E nada vai desfazer. No lamentável caso brasileiro, isso significa que não adianta ficar lamentando a crise. É preciso encontrar uma saída. PesquisaDatafolha indica que os brasileiros começam a enxergar Michel Temer como uma espécie de mal menor. E não parecem mais dispostos a confiar a Dilma Rousseff uma bandeja com um copo de leite, mesmo que metafórico.
Decorridos dois meses da interinidade de Temer, 50% dos patrícios acreditam que seria melhor para o país que ele permanecesse na Presidência. Os defensores da volta de Dilma somam escassos 32%. Confrontados com uma pergunta direta sobre o impeachment, 58% defenderam a confirmação do afastamento de madame pelo Senado. Apenas 35% se opõe à sua deposição.
Esses dados ajudam a explicar tendência do Senado de punir o leite derramado. Perdoar Dilma a essa altura equivaleria a comprar briga com os 58% que pregam a descida da lâmina. Bem verdade que a taxa de aprovação do governo provisório de Temer (14%) é praticamente igual à que era ostentada pela gestão Dilma em abril (13%). Mas o “mal menor” representado por Temer é visto como ruim ou péssimo por 31%. Nesse mesmo quesito, Dilma somava extraordinários 65% antes de ser ejetada da cadeira.
Alheios à tese do ‘golpe’, os entrevistados já não têm dúvidas quanto ao destino de Dilma. Para 71%, a primeira mulher a chegar à Presidência da República será enviada para casa mais cedo. Passará à história como protagonista de fiascos que envergonhariam um garçom de boteco. Com a diferença de que não pede desculpas nem perde a empáfia!
Folha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts