Seguidores

13º deve injetar R$ 3,96 bilhões na economia do Pará em 2016, diz Dieese

primeira parcela do 13º salário começou a ser paga pelas empresas de Araxá MG (Foto: Reprodução/TV Integração) 
O pagamento do décimo terceiro salário deve beneficiar dois milhões de trabalhadores formais e beneficiários da previdência em todo o Pará, injetando a quantida de R$ 3,96 bilhões na economia do estado, segundo um levantamento do Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos (Dieese).
O prazo para o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro encerra no dia 30 de novembro, com a última parcela sendo paga até 20 de dezembro. Até lá, a movimentação na economia com o pagamento do benefício será equivalente a 2,7% do PIB do estado, o que representa um aumento de 12% em relação a 2015.
Segundo o economista Roberto Sena, este valor não se traduzirá em consumo, já que muitos trabalhadores usam a renda extra para saldar dívidas. "A exemplo do ano passado, o impacto no consumo tanto no Pará como em todo o Brasil, não será proporcional aos montantes projetados, em função principalmente do pagamento, por parte dos trabalhadores de dívida 

Renda média
Segundo o Dieese, o valor médio recebido por cada pessoa beneficiada pelo 13º no Pará é de R$ 1.835,45. Entre as pessoas cujo pagamento é feito pela previdência a média é menor: R$ 1.344,52, enquanto os empregados do mercado formal receberão no Pará em média  R$ 2.443,86. Já os trabalhadores domésticos, segundo o estudo, tem os menores salários dentre os pesquisados: "Cada trabalhador doméstico com carteira assinada terá direito a um valor médio no Pará de R$ 946,00", explica o economista Roberto Sena.
Pelo estudo do Dieese, 2.008.738 pessoas no Pará devem ser beneficiadas pelo pagamento do 13º salário, sendo 862.584 beneficiários da Previdência Social como aposentados ou pensionistas - o que corresponde a 42,9% do total de beneficiados. Outras 1.105.154 pessoas representam outros setores da economia formal.
A quantidade de trabalhadores remunerados com o benefício, entretanto, está menor do que no ano anterior: a queda, segundo o Dieese, foi de 0,85%, já que eram 2.026.039 trabalhadores recebendo o 13º em 2015.s anteriores", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts