Seguidores

Prefeitos herdam cidades sucateadas por antecessores no sudeste paraense

A imagem pode conter: céu, grama, atividades ao ar livre e natureza
Após a tomada de posse, prefeitos dos municípios de Água Azul do Norte, Ourilândia e Bannach, descobriram o tamanho da encrenca que assumiram ao encontrar a situação de abandono e até comprometimento financeiro deixada por seus antecessores, que, em alguns casos, após serem derrotados, simplesmente abandonaram a administração.

A grande lista de problemas começa com prédios depredados, frota de veículos sucateada, corte de luz e água, salários atrasados e caixa vazio.

A imagem pode conter: atividades ao ar livre
ÁGUA AZUL

Em Água Azul do Norte, assessores do Executivo contam que há problemas em vários setores como Obras, Educação e Saúde. Na secretaria de Obras, segundo eles, tratores e ônibus escolar estão em péssimas condições de uso, alguns faltando bateria, banco rasgado, vidros quebrados, para-brisa e retrovisores quebrados, outros faltando chaves de roda, macaco, pneus, e até um trator de 2014 jogado no mato. “Olha, é como se no ultimo dia deles na prefeitura alguém tivesse pegado um ferro e saísse de proposito danificando para-brisas, retrovisores, danificando o patrimônio público, isso é lamentável e vergonhoso para quem quem saiu publicando carta tentando dizer ao povo que tudo estava sendo entregue as mil maravilhas”, questionou um dos assessores.

Nos corredores da prefeitura o que se comenta é que o município foi entregue ao novo prefeito com quatro inadimplências que precisam ser urgentemente resolvidas pelo prefeito Renan, para que o município volte a receber recursos da União.

As fotos são da Ascom/PMA
Moraes Filho, jornalista e proprietário do jornal Manancial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts