Seguidores

Saúde - Jejuar Pode Ajudá-lo a Viver Mais Tempo

Resultado de imagem para jejum biblicoPor Dr. Mercola
Os tipos e a qualidade dos alimentos que você come influenciam em mais do que somente quanto você pesa. Alimentos têm um efeito sobre o seu metabolismo, produção de insulina, liberação de leptina e uma infinidade de outros equilíbrios hormonais e químicos.
Os cientistas também estão examinando a forma como o jejum afeta a função celular e mitocondrial e a longevidade.
Eles descobriram que as células do seu corpo reagem ao jejum da mesma maneira que reagem aos exercícios. Em outras palavras, quando colocado sob estresse — seja ao se exercitar ou jejuar - a reação do corpo cria mudanças no nível celular que ajudam a estender sua vida útil.
Para começar, jejuar faz seu corpo trocar a fonte primária de energia de glicose para gordura, e ser um eficiente queimador de gordura beneficia sua saúde além da perda de peso.
Embora grande parte da pesquisa seja sobre jejum ou jejum intermitente, o termo mais recente às vezes é referido como TRF (Time Restricted Feeding- Alimentação Por Tempo Restrito), a qual estimula que a alimentação ocorra em uma curta janela de tempo, tipicamente 6-8 horas.

A Queima Eficiente de Gordura Melhora a Saúde

A gordura é um combustível de queima muito mais limpo do que os carboidratos e gera muito menos radicais livres.
A glicose é um combustível inerentemente "sujo", pois gera muito mais reactive oxygen species (espécies reativas de oxigênio-ROS) do que a gordura. Mas para queimar gordura, suas células devem ser saudáveis e normais.
Células cancerígenas, por exemplo, não podem queimar gordura, e este é um dos motivos que faz uma dieta com altos níveis em gordura saudável parecer ser uma estratégia anticâncer tão eficaz.
Estamos agora começando a perceber que a disfunção mitocondrial está no cerne de praticamente todas as doenças, e a intervenção nutricional - não só o que você come, mas também quando e com que frequência - é de importância fundamental.
Para resumir, a saúde mitocondrial é promovida ao se comer alimentos reais; evitar alimentos pelo menos 3 horas antes de deitar; e fazer jejum intermitentemente.

O que Acontece Quando Você Jejua?

O jejum é um estressante biológico com vários benefícios surpreendentes para a saúde, incluindo a normalização da insulina e da sensibilidade à leptina, a promoção da produção do human growth hormone(hormônio de crescimento humano-HGH), a redução do estresse oxidativo e a diminuição dos níveis de triglicérides.
E agora uma equipe de pesquisadores da University of Southern California acredita ter descoberto ainda outro benefício: A regeneração de células-tronco.
Durante as 14-16 horas iniciais que se passa sem comer, seu corpo queima quase todos os seus depósitos de carboidratos (glicogênio) armazenados em seus músculos e fígado. Uma vez que esses depósitos de glicogênio tenham sido esgotados, seu corpo se direciona para os depósitos de gordura para conseguir energia.
O jejum intermitente ensina seu corpo a queimar a gordura eficientemente como combustível.

O Jejum Intermitente Pode Ajudar a Regenerar Todo o Seu Sistema Imunológico

Em um adulto, as células-tronco indiferenciadas encontradas nos tecidos e órgãos são usadas pelo corpo para se renovar. O papel principal destas células é manter e reparar os tecidos onde são encontrados.
Outro efeito do jejuar é a autofagia. Quando este processo vital ocorre nas mitocôndrias é chamado de mitofagia. Esse é o momento em que seu corpo começa a comer-se em um padrão ordenado para remover as partes danificadas do seu corpo.
Embora pareça algo que você gostaria de evitar, este processo específico é saudável e ajuda seu corpo a "limpar a casa". De acordo com Colin Champ, Professor de Medicina e oncologista de radiação certificado na University of Pittsburgh Medical Center:
“Pense nisso como o programa de reciclagem inato do nosso corpo. A autofagia nos torna máquinas mais eficientes ao nos livrar de peças defeituosas, parar crescimentos cancerosos, e parar a disfunção metabólica como obesidade e diabetes."
A mitofagia acontece em âmbito celular onde as membranas se decompõem, e seu corpo recicla o que é saudável e usa o resto como energia, ou para fazer novas peças. Este processo também pode desempenhar um papel no controle da quantidade de inflamação em seu corpo.
Quando cientistas criaram ratos incapazes de fazer a autofagia, estes cresceram mais sonolentos, mais gordos, com  níveis de colesterol e cérebros prejudicados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts