Seguidores

Exposição fotográfica Povo Xikrin do Cateté, por Anderson Souza

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Um breve resumo do primeiro dia da exposição fotográfica "Povo Xikrin do Cateté" que traz um pouco do cotidiano dos índios Xikrins que vivem na Floresta Nacional de Carajás. Na oportunidade gostaria de agradecer principalmente aos amigos que estiveram no evento prestigiando o nosso trabalho. 

A imagem pode conter: 1 pessoa, no palco
Amigos esses que viram pra você e falam "Quando é tua exposição mesmo? dia tal! irei lá e irei tocar pra ti, não precisa me pagar nada quero ir lá prestigiar e fazer um som apenas" (Jairo Ueno). outros que sairam de outras cidade só para vir ver a exposição(Charlles Sousa e Eli Moura), outros que moram em outra cidade e ouviram minha entrevista na rádio e veio a noite somente para ver a exposição (Welliton Rodrigues). 

A imagem pode conter: 2 pessoas
Agradecer aos Indios Xikrin do Cataté na pessoa do Cacique Roiri Xikrin que esteve na abertura da exposição juntamente com sua família e lá puderam conversar com os visitantes e expuseram um pouco de sua cultura através de pinturas corporais.

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Agradecer a imprensa de Parauapebas(Fabricio Fap Bariloche SilvaCléo LopesManuel JuniorGilberlan Atrox, Samara da Rede TV, Genésio Filho, Raiane (Sbt), Resques (Record), Flavio SacramentoMaria Oliveira.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e área interna
Agradecer a presença do Secretário de Cultura do Município (Popó Costa) Alderi GonçalvesDeo MartinsStéfani Ribeiro (Partage Shopping) Aos parceiros e irmãos Anderson GeorgeLiliane DinizSergio RamosWagner Costa PereiraWagner SantosIvan OliveiraPablo Oliveira e meu irmão Felipe Borges, minha esposa Joelita Pereira Jatobá Souza.

O Instituto Mulheres de Barro estarão expondo algumas peças de artesanatos da Amazônia nesse  sábado.

Realização: Dois.8 & Partage Shopping Parauapebas
Apoio: Casa Lab, Instituto Mulheres de Barro, Coordenadoria de Relações Indígenas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts