Seguidores

Afinal quem é o pai da transposição do Rio São Francisco?

O pai da obra  
Dom Pedro II teve a ideia, Lula começou, Dilma continuou e Temer está terminado. Afinal de contas quem é o pai da obras? Nesse caso só falta o pai por que a Dilma só cabe o papel de mãe. Nunca ouvi falar que o eleitor brasileiro estivesse preocupado em saber quem é o pai de uma obra e, com a transposição não vai ser diferente. Até mesmo por que nem D. Pedro, nem Lula, nem a Dilma ou o Temer, fizeram ou está fazendo nenhum favor aos nordestinos e sim, cumpriram ou está cumprindo obrigações de quem exerce um mandato.
O menos interessa nesse momento é o assunto paternidade da transposição do Rio São Francisco. No entanto, tem um assunto que nenhum desses que estão aí demonstram qualquer preocupação, a recuperação, ou melhor, a salvação do Rio São Francisco. Se nada for feito o Velho Chico não vai resistir, sem o Rio São Francisco, que adianta transposição. E pra que pai ou mãe de uma obra morta? Portanto, é preciso urgentemente que alguém assuma o compromisso de adotar o Velho Chico e evitar que ele morra órfão.

Didi Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts