Seguidores

Cenário político para 2018 na CAPITAL do DINHEIRO

Resultado de imagem para GESMAR ROSA DEPUTADO 
Disse o diplomata inglês Sir Hob "Concorrência é como um jogo de tênis. Não tem contato físico. Não podemos impedir que ela crie jogadas e produza. Temos que ser eficientes em nosso próprio território."

A CAPITAL do DINHEIRO entrará em fervorosa novamente em 2018 com a eleição para governador, deputado estadual, deputado federal e senador. No momento, eu disse, rsrsrs, no momento, rsrsrs, existem três nomes que a principio serão os nomes fortes para disputar as 41 cadeiras para o TRONO SAGRADO, ops, para  Assembleia Legislativa do Estado (Alepa).

Os nomes que logo, logo serão apresentados aos eleitores da CAPITAL do DINHEIRO serão o do atual deputado estadual Gesmar Rosa (PSD), do ex-prefeito de Curionópolis Chamonzinho e do candidato derrotado a prefeito em 2016 Marcelo Catalão (DEM).

Como esses nomes estão atualmente e quais as projeções para 2018, consultei as mães dinas, os cientistas políticos sem graduação, ex-vereadores, vereadores bem votados que não foram eleitos e algumas raposas velhas da CASA de LEIS.

Gesmar Rosa - É atualmente deputado estadual, vem correndo atrás de algumas melhoras para o Sul e Sudeste mas nada de concreto ainda. Virá para uma campanha sem estrutura como a que elegeu, pois não terá mais o seu cabo eleitoral forte, ops, não terá mais a prefeitura para bancar a campanha. E o nobre deputado até o momento não procurou as lideranças que não foram eleitos mas tiveram votações estrondosas. 


Resultado de imagem para CHAMONZINHO
O ex-prefeito Chamonzinho (PMDB), um nome forte devido a estrutura que já tem, no governo Darci Lermen tem ao seu dispor 3 secretarias e uma coordenadoria. O Chamonzinho terá como maior cabo eleitoral o prefeito Darci Lermen dono de uma popularidade única, e o seu pai, o deputado estadual Chamon e o apoio de 7 prefeituras.

Resultado de imagem para MARCELO CATALÃO
O ex-candidato a prefeito Marcelo Catalão (DEM), que conta hoje com dois vereadores na CASA de LEIS e ficará sem sombras de dúvida com a sobra de votos da briga entre o deputado estadual Gesmar Rosa e o Chamonzinho que quer uma das 41 vagas na ALEPA. 

Um comentário:

Popular Posts