Seguidores

Nesse picadeiro, somos os palhaços, pode acreditar

 (Foto: Arte/G1)

No jogo das propinas da Odebrecht, o PT era o Flamengo e o PSDB, o Corinthians. O PR ganhou o codinome de São Paulo e o DEM, de Fluminense (veja a lista completa acima). Os apelidos aparecem em algumas das planilhas entregues ao Ministério Público Federal (MPF) pelo delator Luiz Eduardo Soares, que atuou no Setor de Operações Estruturadas – como era chamado o departamento de propinas da empreiteira.

Candidatos a cargos do Executivo e Legislativo também chegaram a ser identificados por termos do futebol. O candidato à Presidência da República era o "centroavante" e o governador, o "meia". Senadores ocupavam a "ponta". E deputados federais e estaduais eram, respectivamente, "volantes" e "zagueiros". Quem não tinha cargo e pertencia às bases dos partidos ganhava o apelido de goleiros.    
É demais para os meus neurônios a criatividade desses empresários com os políticos de um modo geral, Jesus a que ponto chegamos e ainda querem nos matar de uma vez por todas com esse PACOTE de MALDADES idealizada por um presidente impopular, cara de pau e metido até as goelas na corrupção e não pode ser investigado devido ser presidente, brincadeira, assim é o nosso Brasil, brasileiro.                                     
   


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts