Seguidores

O presidente do PACOTE de MALDADES, chamado Michel Temer diz que não renunciará à Presidência da República.

Michel Temer durante o pronunciamento no Palácio do Planalto no qual afirmou que não vai renunciar (Foto: Evaristo Sa/AFP)
Diz um Provérbio oriental "Os sábios não dizem o que sabem, os tolos não sabem o que dizem".

O presidente do PACOTE de MALDADES, chamado Michel Temer, um político prepotente e convencido ao extremo, citado em delação pelos donos da JBS, em seu pronunciamento disse que não vai renunciar ao cargo.

Segundo o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), "Cada dia que o Temer permanece à frente do país, vai aprofundar a crise econômica e a instabilidade política. [...] A insistencia de Temer de permanecer agarrado no poder tem dois objetivos: primeiro, se proteger das consequências criminais que pesarão contra ele quando ele deixar a Presidência e, segundo, ganhar tempo para conduzir o Congresso a uma eleição indireta em que ele eleja o próximo presidente."

"Faltou grandeza ao presidente Michel Temer de renunciar e refazer o pacto na condução da crise econômica. O PPS está avaliando isso e deve desembarcar do governo." Disse o deputado paraense, Arnaldo Jordy (PPS).

Para o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), "Temer vai passar uns dias em agonia e vai colocar o povo em agonia. Temer perdeu a oportunidade de fazer um discurso com menos retórica e mais gesto."

O presidente Temer, tem ao seu lado nesse momento, o MERCADO, que acredita na política financeira do prepotente presidente e de alguns deputados e senadores que estão de olho no que acontecerá nos dias que antecedem, pois novos episódios virão. 

O presidente Temer, não aceita que o vídeo é comprometedor demais para a sua queda do Palácio do Planalto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts