Seguidores

Sergio Zveiter tem o futuro de Temer nas mãos – pelo menos nesta semana.

Sergio Zveiter (Deputado/RJ) foi escolhido como relator do processo de Temer na CCJ – e, pelo menos por enquanto, pode decidir o futuro do governo.

Ele foi escolhido como responsável pela elaboração de um relatório que vai recomendar que a Câmara dos Deputados aceite ou recuse a denúncia de Rodrigo Janot contra o presidente.
O relatório da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara não tem valor final, mas já é uma sinalização sobre as chances de sobrevivência de Temer no cargo.
A escolha de Zveiter, para começo de conversa, foi uma surpresa. Parlamentares da base aliada esperavam a escolha de alguém mais alinhado ao governo atual.
Sergio Zveiter é do PMDB, sim, mas é considerado um parlamentar mais independente. O relatório é uma incógnita, mas ninguém descarta a possibilidade de que seja favorável à aceitação da denúncia.
Pessoas próximas do deputado Zveiter afirmaram  que esperam um parecer jurídico e não político.
O voto do deputado na abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff ajuda a dar o tom da personalidade do deputado. Em meio a votos dedicados a Deus, à família e aos próprios estados, Zveiter informou ter estudado o processo.
“Pela responsabilidade que eu tenho de votar hoje aqui como advogado, duas vezes presidente da OAB e representando o estado do Rio de Janeiro. Eu estudei esse processo e posso afirmar, sem medo de errar, que o parecer do relator está de acordo com a Constituição, com as leis que regulam o impeachment e com o regimento interno desta Casa. Por isso, eu voto sim ao prosseguimento do processo”, afirmou, na ocasião.
Logo após o anúncio de sua escolha como relator do processo de Temer na CCJ, ele também se limitou a dizer que vai atuar de forma independente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts