Seguidores

Ex-serigueira viúva forma 11 filhos na faculdade


Quando os filhos começaram a crescer, ela e o marido abandonaram a vida no Seringal Extrema, no Rio Moa, e se mudaram para uma propriedade rural no Ramal Macaxeiral, na zona rural do município de Cruzeiro do Sul, para permitir que os filhos pudessem estudar e ter melhores oportunidades.

Deu certo! Dos 14 filhos vivos do casal – nove homens e cinco mulheres – onze se formaram na faculdade e outros dois estão concluindo os cursos e um ainda não ingressou no ensino superior.

O marido infelizmente morreu em 2015 e não pôde ver o êxito da família.

Tem filho assistente social, formado em letras, educação física, enfermagem, ciências contábeis, biologia, engenharia florestal, pedagogia e até medicina, apesar das dificuldades.

 "Meu marido dizia que ou colocava todos na escola, ou não colocava nenhum. Plantamos muita roça para fazer farinha. Quem estudava de manhã trabalhava à tarde e quem estudava à tarde trabalhava pela manhã. Quem estudava à tarde saía de casa às 10h30 e só chegava às 20h, lembra a mulher, hoje aposentada."

Roupas emprestadas

A união entre os irmãos, que segundo eles é fruto das adversidades que enfrentaram, ajudou muito também

Orgulho e agradecimento
Filho mais velho da ex-seringueira, o agente penitenciário Jerry Maciel de Souza, de 37 anos, é categórico ao dizer que o sucesso da família se deve à força da mãe.

 “Temos muito orgulho de nossa mãe. Todos têm faculdade e a maioria tem bons empregos. Isso foi graças a Deus, nosso esforço, e, principalmente, o zelo de nossa mãe que sempre nos estimulou a buscar na escola nosso futuro. Nossa mãe é uma guerreira e vamos sempre estar ao lado dela”, finaliza.

Fonte: Diário do Acré | Roupas Emprestada.

2 comentários:

Popular Posts