Seguidores

Cirurgia inédita no Pará isola perna para quimioterapia

Luziane Rodrigues da Silva, de 20 anos, passou por perfusão de membro no HRBA — Foto: Ascom HRBA/Divulgação
Luziane Rodrigues da Silva, de 20 anos, passou por perfusão de membro no HRBA — Foto: Ascom HRBA/Divulgação

Uma cirurgia inédita no norte do Brasil possibilitou que uma paciente oncológica não passasse por procedimento de amputação no Hospital Regional Oeste do Pará (HRBA), em Santarém. Luziane Rodrigues da Silva, de 20 anos, passou por perfusão de membros.

Raro e inovador na medicina na região, o procedimento possibilitou a regressão de tumores e evitou que a paciente precisasse perder algum membro. A cirurgia ocorreu no dia 21 de fevereiro, durou pouco mais de três horas, contou com a participação de diversos profissionais e também fez uso da medicina nuclear.

A paciente tinha um tumor em estado avançado e que precisava ser retirado através de cirurgia. Ela já havia realizado tratamento com quimioterapia e radioterapia, mas não teve regressão do tumor e a equipe médica precisava de alternativa para tentar preservar o membro.

“A única alternativa que podíamos fazer era utilizar uma dose de quimioterapia muito maior do que o normal, o que não seria suportado por ela caso fosse feito pelo nível sistêmico, ou seja, passasse pelo corpo todo”, explicou o cirurgião coordenador da equipe, Marcos Fortes.

Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, comemorou o fato inédito na medicina da Região Norte do Brasil com procedimento em paciente oconlógica — Foto: Ascom HRBA/DivulgaçãoO procedimento teve como objetivo isolar a circulação sanguínea da perna do restante do corpo, para que ocorresse a aplicação do quimioterápico. A temperatura do membro também foi elevada (próxima aos 40°) para obter uma resposta mais rápida.

O procedimento faz com que tenhamos uma resposta positiva de redução entre 20% a 40% no tamanho do tumor e permitir, com isso, que posteriormente seja possível operar e retirar o tumor sem precisar amputar a perna”, afirmou Fortes.

Após o isolamento, a circulação sanguínea passou a ser realizada fora do corpo, com auxílio de uma máquina que realiza o trabalho como se fosse o coração. A paciente ficou com duas circulações diferentes, uma só para a perna, com a medicação, e o restante do corpo, sem o quimioterápico.

“A importância da perfusão seletiva do membro é mantê-lo oxigenado sem dano tecidual enquanto é infundido o quimioterápico junto com o volume normal da bomba, para facilitar a circulação da medicação no membro que está com lesão”, detalhou o perfusionista Igor Oliveira Valente.

O monitoramento, tanto da circulação sanguínea quanto da temperatura corporal, foi fundamental para garantir a segurança da paciente, já que a alta dose de medicação poderia ser fatal, se circulasse pelo corpo inteiro.



Cabrobó - As rapidinhas

Resultado de imagem para as rapidinhas
Resultado de imagem para eudes caldasSonho adiado 
As contas do ex-poderoso e chefe político Eudes Caldas dos anos de 2010, 2011 e 2012 foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco.
Resultado de imagem para eudes caldasSonho adiado II
Com essas contas rejeitadas, sendo duas pela Casa de Leis nos anos de 2010 e 2011, o ex-prefeito Eudes Caldas terá seu sonho adiado mais uma vez para as eleições de 2024.
Resultado de imagem para eudes caldasSonho adiado III
Desde a sua saída da prefeitura no ano de 2012, tornou-se o líder político na cidade. Os dois candidatos que indicou à prefeito, pasmem, todos saíram consagrados das urnas, o primeiro foi Auricélio Torres(2013-2016), onde não veio para a reeleição e o atual Marcílio Cavalcanti(2017-2020), que quando está sóbrio diz que vem para uma reeleição, mas quando está fora de si, pasmem, diz que não virá para a reeleição.

Com a proibição de disputar as eleições para prefeito em 2020, quem o líder político indicará para disputar as eleições?
Resultado de imagem para familia caldasFamília Caldas de olho nas eleições de 2020  
Comenta-se pelos 4 cantos da cidade que a família Caldas, formada pelo ex-prefeito Edgar Caldas, vereador Duda Caldas, a ex-candidata a vice-prefeita Waleska Caldas e a ex-vereadora Carmen Lúcia fizeram um festão numa determinada chácara. 

Segundo informaram ao blogger, esse festão teve como finalidade uma preparação para as eleições de 2020, onde a família comanda a cidade há décadas, seja direta, ou indiretamente estaria sondando uma possível pré-candidatura do vereador Duda Caldas.
Resultado de imagem para os super heróis Os super heróis da Casa de Leis 
Os cientistas políticos, lideres comunitários e a população de um modo geral, não estão satisfeitos com os nobres vereadores da Casa de LEIS, isso é fato.

Com a não satisfação dos trabalhos desenvolvidos pelos nobres vereadores, criaram através das redes sociais os nomes dos vereadores que representavam cada super heróis, entre eles, homem de Ferro, Mulher Gavião, Incrível Hulk, Flash, Homem Pedra, Lanterna Verde, Thor, Batman, Robin, Canário Negro e Arqueiro Verde.
Resultado de imagem para super heroisOs super heróis da Casa de Leis II
São três as mulheres que fazem parte da Casa de Leis, a mulher Gavião, a mulher Maravilha e, o Canário Negro. Então, querido leitor descubra em que a vereadora se encaixa.

Os homens dominam a Casa de Leis e com ela vem o homem de Ferro, incrível Hulk, lanterna Verde, Flash, Batman, Robbi, Thor, arqueiro Verde.     
Resultado de imagem para diarias para vereadorFesta das diárias 
As diárias na Casa de Leis, causou vários danos a imagem de vários políticos há anos atrás, mas continua como moeda de troca, parece que não aprenderam nada.

Nos últimos 14 anos, cada vereador que apoiou o vencedor da disputa para a presidência, dispõe de duas, ou mais assessorias e de diárias para viajar para Petrolina e Recife-PE.

As diárias para Petrolina sai por R$ 900,00, para a capital pernambucana R$ 1.800,00, são nessas viagens que muitos fazem a festa com o dinheiro público.
Resultado de imagem para diarias para vereadorFesta das diárias 
Como Consulto Financeiro fiz uns cálculos por baixo de 10 diárias mensais que os vereadores gastam com as viagens marcadas para Petrolina e Recife. Lembrando que o vereador tem direito as diárias, porém, elas tem um alto custo aos cofres públicos.

Cálculos de um vereador com a diária de R$ 1.800,00:
Destino               - Recife
Diárias mensais -  10 diárias
Valor                  -  R$ 1.800,00.

10 diárias x R$ 1.800,00= R$ 18.000,00    

Cálculos de um vereador com a diária de R$ 900,00
Destino                - Petrolina
Diárias mensais   -10
Valor                     -R$ 900,00

10 diárias x R$ 900,00= R$ 9.000,00

Resultado de imagem para diarias para vereadorFesta das diárias III
Um vereador com 20 diárias no mês, chega a tirar 27 mil reais, pasmem, no ano ele terá um faturamento de 324 mil reais.

Se continuar no mesmo ritmo do ano anterior, pasmem, o vereador chega a casa dos 648 mil reais, muita grana não acham, mas tudo isso é se o vereador fizer as 20 diárias para Recife e Petrolina.   
Resultado de imagem para cabrobo acão solidaria ldasCabrobó Em Ação Solidária torna-se Associação Cabrobó Em Ação Solidária
Os voluntários do CEAS, estão em festa por mais uma conquista nesse maravilhoso trabalho que vem realizando em  prol dos mais carentes. Em uma reunião realizada no dia 25 do corrente mês e ano, foi escolhida a primeira mesa diretora da Associação Cabrobó Em Ação Solidária.

Os membros são:
Presidente - Sueli Conrado, vice-presidente, Elioneide Menezes, 1º secretário, Aliefer Gomes, 2ª secretária, Francimar Pereira(Maza), 1ª tesoureira, Verônica Torres, 2ª tesoureira, Joelma Alves. Membros do Conselho Fiscal: Elionai, Yana Freire e Paulo Eduardo.
Resultado de imagem para marcilio cavalcantiRindo a toa
O prefeito Marcílio Cavalcanti com índices de rejeição estratosférico anda rindo a toa. 

O motivo da alegria dele é que está enlouquecendo a oposição com os seus desmandos e, pasmem, nada acontece com o seu mandato que acaba no dia 31 de dezembro de 2020.

Resultado de imagem para marcilio cavalcantiRindo a toa II
Um outro motivo que faz com que o prefeito ande rindo a toa, refere-se a questão política. 

O prefeito com a sua dita base de apoio vem como um trator dizimando toda a oposição existente na Casa de Leis, entre eles, o ex-presidente Ramsés que sentiu na prática o poderio da máquina financeira que arrecada mensalmente entre 2 a 3 milhões de reais que anulou as suas pretensões de reeleição, sendo humilhado na hora da votação. 



  


  

A 21ª Unidade Regional de Educação e seus desafios

Resultado de imagem para desafios
"Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida."  _Sócrates_

No dia 05 de julho de 2018, através do Projeto de Lei de nº 09 de autoria do deputado estadual, Gesmar Rosa, foi criada a tão sonhada Unidade Regional de Educação na CAPITAL do DINHEIRO. A nova Unidade Regional de Educação recebeu a numeração de 20ª.

Desde a sua criação e implantação numa minúscula sala da escola estadual Janelas para o Mundo já se percebia o descaso que essa tão sonhada Unidade de Educação sofreria com a precária e deficiente estrutura educacional paraense que há quase três décadas a educação está na UTI sem sinais de melhoras, consequentemente vem se tornando uma das piores do Brasil, segundo dados do MEC.

Comandada pelo professor José Sena a 20º URE, vem aos trancos e barrancos dando sinais de vida, pois não tem estrutura nenhuma até hoje. O novo espaço adquirido, onde funcionava um antigo hotel, pasmem, abriga uma escola estadual, coisas que só acontecem na CAPITAL do DINHEIRO, pois a 4ª URE de Marabá tem seu próprio prédio há décadas.

O diretor da 20ª URE, professor José Sena conseguiu montar uma "equipe" com alguns professores em readaptação para atuar como técnicos, mesmo assim a deficiência é muito grande, pois não tem recursos suficientes para se fazer o básico do básico.

A 20ª URE, precisa urgentemente ter um norte para sua atuação no biênio 2019 e 2020, precisa ver a situação de muitos gestores (diretores e vices) que estão acostumados nos seus respectivos cargos e não produzem mais ações em prol da educação, rever a atuação de muitos coordenadores pedagógicos que estão adormecidos há décadas e dos professores.

Outra, tem que pensar um projeto voltado para as capacitações dos diretores, coordenadores e professores, pois no ritmo que estão indo não vejo resultados nenhum. As formações precisam ser reformuladas e readaptadas ao século XXI, o mundo mudou, as coisas mudaram e as formações não podem ser voltadas para o século XXI.

Os "gestores" precisam urgentemente mudarem suas visões de meros responsáveis pela parte administrativa da escola e se envolver mais na parte pedagógica e humana, a tão sonhada humanização. Os "coordenadores" estão vivendo no mundo encantado do país maravilhoso da Alice, onde muitos há anos não desenvolvem um projeto pedagógico para impactar a escola, pasmem, muitos professores não fazem mais projetos nota 10, triste realidade.

A educação paraense precisa acordar e sair da zona de conforto em que se encontra, caso contrário continuará na UTI.            

Cabrobó _ O bicho não pegou

Resultado de imagem para vereador duda caldas e dim saraiva
"Costumo voltar atrás, sim. Não tenho compromisso com o erro." _Juscelino Kubitschek_

O nobre vereador Duda Caldas protagonizou um fato inusitado nos bastidores da Casa de Leis que abalou as estruturas da política cabroboense. Após apoiar incondicionalmente o vereador Dim Saraiva a comandar a presidência para o biênio 2019-2020.

Segundo o vereador Duda Caldas, o acordo para apoiar o vereador/presidente Dim Saraiva seriam de duas assessorias e diárias para Petrolina e Recife.

Pois bem, com o apoio dado foi cobrar do presidente a promessa, onde segundo o vereador não foi atendido e, com isso ouve uma discussão entre ambos. Só lembrando que uma diária para a cidade de petrolina sai por R$ 900,00 e para a capital pernambucana a bagatela de R$ 1.800,00.

Revoltado com a situação o vereador Duda Caldas falou: "Segunda-feira o bicho vai pegar".

A população em peso e atônita com o acontecido esperava a tão sonhada sessão da segunda-feira 25, pois bem, chegou o grande dia e, no uso da tribuna, o nobre vereador Duda Caldas parecia mais William Shakespeare "APAIXONADO".

Segundo os cientistas políticos da cidade só faltou o vereador Duda Caldas dizer que o prefeito Marcílio Cavalcanti é o melhor de todos os tempos.

Em suma, o bicho não pegou na segunda-feira 25.

Música _ Tua Família, Anjos de Resgate

 
Família é onde nossa história começa.

Governo de Pernambuco diz que não vai cumprir pedido do MEC sobre hino nacional

Resultado de imagem para Paulo Câmara pernambuco
O Ministério da Educação (MEC) mandou na segunda-feira, 25, para todas as escolas do País um e-mail pedindo que as crianças sejam perfiladas para cantar o hino nacional governo.

O e-mail pede ainda que seja lida para elas uma carta do ministro Ricardo Vélez Rodríguez, que termina com o slogan do governo "Brasil acima de tudo. Deus acima de todos."

O governador de Pernambuco Paulo Câmara disse que não cumprirá a solicitação no estado. 

A Secretaria de Educação e Esportes em nota disse: informamos a todos que esta medida proposta pelo MEC não terá aplicabilidade nas escolas da rede pública estadual.

Em nota o governo estadual disse: fui surpreendido pelo comunicado do MEC, pois nosso entendimento é que esta ação fere a autonomia da gestão em nossas escolas e, especialmente, a dos entes da federação.     

Governo estuda instalar placas solares nos canais do São Francisco

Transposição do Rio São Francisco (Divulgação/Ministério da Integração Nacional)
O governo federal estuda instalar placas solares ao longo dos canais de integração do Rio São Francisco para que a energia solar possa ser utilizada no bombeamento da água. A informação é do presidente Jair Bolsonaro, em postagem do dia (24) na sua conta no Twitter.
O consumo de energia elétrica do sistema corresponde a cerca de 80% dos custos da operação do empreendimento. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, a demanda anual nas fases pré-operacional e operacional do Projeto gira em torno de 746 mil MW.
A instalação de placas sobre espelho d'água também possibilita que a evaporação seja bastante reduzida, já que os painéis solares montados em canais bloqueiam a radiação do sol. De acordo com estimativas, uma planta fotovoltaica (painéis) de um megawatt pode economizar nove milhões de litros de água por ano.
Os painéis solares ainda oferecem outra vantagem: com a ausência de luz solar, o crescimento de algas é minimizado, ajudando também na redução do custo de manutenção e aumentando a vida útil dos equipamentos.

Fonte_ Agência Brasil  

Jovem faz faxina em salas para ter bolsa de estudos e passa em duas faculdades públicas

Zípora estudou e conseguiu passar em uma universidade pública — Foto: Reprodução/TV TEM
Zípora estudou e conseguiu passar em uma universidade pública — Foto: Reprodução/TV TEM

Zípora é uma jovem menina de família simples que saiu da Paraíba e foi para o interior de São Paulo buscar tratamento de saúde para a irmã mais nova.

Em São José do Rio Preto (SP), ela trabalhou no Poupatempo e limpou salas de um cursinho para ganhar bolsa de estudos até conseguir realizar o sonho: passar em uma universidade pública.

“Ele sempre lutou, batalhou, inclusive no cursinho que ela estudou agora limpava o cursinho, as salas de aula, porque a gente não tinha condições de pagar”, afirma a mãe Gerusa Emídio.

Zípora conseguiu passar no curso de enfermagem na USP, em Ribeirão Preto (SP), e na Famerp, a Faculdade de Medicina e Enfermagem de Rio Preto. A menina, que conseguiu o primeiro emprego aos 16 anos como menor aprendiz, sempre pensou em voos mais altos.

“Saber que tudo que eu passei valeu a pena, tudo no final teve uma vitória. Saber que teve pessoas que estavam ao meu lado me ajudando, porque não foi fácil. Esse é só o início da caminhada, virão outras dificuldades, mas eu vou conseguir vencer”, diz.

Zípora se mudou para Rio Preto há três anos com a família em busca de tratamento para a irmã dela, Zíbia Héllem, portadora da Síndrome de Crouzon, uma doença rara que causa deformidades cranianas e faciais com várias consequências para a saúde. 

A garota estudava pela manhã e trabalhava no Poupatempo da cidade a tarde. USP e Famerp não foram as únicas universidades que ela já passou. No ano passado, ela foi aprovada no mesmo curso na Unesp de Botucatu, mas sem dinheiro, não conseguiu ir.

Mas agora a história foi diferente. O apoio que ela teve não foi apenas da família, mas sim dos amigos no trabalho.

“Ela falou que tinha passado novamente numa universidade pública e estava sem condições de ir para Ribeirão. Ela precisava de dinheiro até conseguir uma moradia fixa. A ideia surgiu nesse momento, resolvemos fazer essa rifa e ajudar”, diz a coordenadora do Poupatempo Fernanda Abreu. 

O dinheiro arrecadado com a rifa vai ajudar Zípora a se manter por pelo menos três meses em Ribeirão Preto, cidade onde vai estudar.

Na quinta-feira (21) foi a despedida no último dia de trabalho. O clima não foi de tristeza. “Me apoiaram desde o início, sempre que eu queria desistir eles falaram para não desistir, é uma segunda família para mim”, diz.

Estudar numa universidade pública e se tornar médica sempre foi o sonho dela. Embora ela tenha passado na faculdade de enfermagem, ela tem a intenção de tentar uma transferência para o curso de medicina. Para isso ela tem que passar numa avaliação interna. Para ela, nada parece impossível. 

“Estou muito ansiosa. Se você tem um sonho, se é isso que você quer para sua vida, você tem que lutar por ele, porque nada vem fácil, tudo tem um caminho a ser seguido, a vida é cheia de degraus e muitas vezes não é fácil da gente subir, às vezes a gente tem até que escalar”, diz. 




Governo novo. Práticas velhas. Mas o povo segue a vida.


Resultado de imagem para helde governador
Prestes a completar dois meses de mandato, que diga-se de passagem, com certa presença nas regiões do estado, o governo capitaneado pelo chefe do poder executivo paraense, Helder Barbalho (MDB) até que deu um tom para começar bem  a sua gestão, entretanto, não fosse alguns atos que mais se assemelham àqueles dos tucanos que acabaram de sair, onde tantas nomeações de DAS foram feitas para comportar e acomodar as bases, principalmente as que são de indicações dos deputados.

Numa canetada veio a exoneração da mais de duas mil nomeações que vinham comprometendo as finanças do estado. Mas...poucos dias depois, e ainda continuam, vieram as canetadas da Casa Civil preenchendo às lacunas dos cargos, que outrora eram ocupadas pelos apadrinhados ligados ao tucanato.

Em Xinguara, até agora, ninguém conhece a senhora Elem Ilma da Trindade Franco, que foi nomeada para exercer o cargo em comissão de Coordenadora do Núcleo Regional de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania de Xinguara, código GEPDAS- 011.4, com lotação na Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos, a contar de 22 de janeiro de 2019. Mas...ninguém a viu, ninguém a conhece, ninguém dá noticia, enfim, ninguém sabe se existe alguma ação já realizada pela servidora nomeada em cargo de DAS.

Para não ficar dúvidas, DAS é a sigla que se refere aos cargos de Divisão de Assessoramento Superior, ou seja, cargo político, com nomeação para supostamente representar o governos dentro de uma das estruturas do poder executivo estadual.



 

Você Sabia?

A imagem pode conter: 5 pessoas
No dia 24 de fevereiro de 1932 o direito de mulheres votarem foi garantido através do decreto 21.076 do Código Eleitoral. Apenas dois anos depois, com a Constituição da República de 1934, tal direito foi assegurado constitucionalmente. Apesar disso, a votação feminina era restringida a trabalhadoras em funções públicas, o que demonstra o quanto a conquista do voto feminino favoreceu inicialmente as mulheres brancas. O direito ao voto era obrigatório apenas a mulheres que trabalhassem de forma remunerada. O direito ao voto secreto e obrigatório, como temos atualmente, é realmente assegurado após o Código Eleitoral entrar em vigor, em 1965.




Poesia _ O melhor de mim, Nita Aguiar

A imagem pode conter: 1 pessoa, flor e close-up
Guardei dentro do poema
O melhor de mim
A poesia incompleta
Indigesta...
Verso após verso
Incansáveis gestos
Traduzir o universo
Aprisionado na gaiola
Das costelas da memória
Exausta...
Palavra por palavra
Das feridas tantas
Emolduradas
Nessa prisão
Oculta
Silenciosa
Óbvia...
De tão transparente
Incandescente
Letras garrafais
Douradas
Despetaladas
Ouve-se à distância...
Houve a distância
Amanheceres sonhados
Repetidos
Viagens ilusórias
Vida dividida
Fere na pele
Da alma
Arrancando o coração
Do tempo...
Efêmero
Morre antes de nascer
Parte com o vento
O tal amor
Cântaros de água esvaem
Feito ondas do mar, aflitas...
Estrofes sem rimas
Ardem e queimam
Na parede da memória
Inglória...
Tocas fundo
No profundo
Onde a morte diz vai
E a vida chama.

*ƸӜƷ˜°•~•►* NitAguiar *◄• ~•°˜ƸӜƷ*

Aprenda a não revidar, deixe que a vida faça isso por você

Aprenda a não revidar
Aprenda a não revidar, deixe que a vida faça isso por você. E ela sempre fará, porque ninguém sai dessa vida sem pagar a devida conta de seus atos. Quando o erro não é seu, apenas relaxe.
Não é fácil mantermos a calma quando existe alguém nos incomodando com maldade, agressividade, falsidade ou tudo isso junto. Parece que a energia negativa da pessoa contamina o ambiente e quem estiver por perto, fazendo com que todo mundo ao seu redor fique se rebaixando ao seu nível. E isso não faz bem para ninguém.
Um dos maiores favores que conseguiremos fazer para nós mesmos será conseguirmos ignorar, deixar quieto, deixar pra lá. Silenciarmos, enquanto o outro espera que gritemos e nos desequilibremos, tem uma incrível capacidade de neutralizar o peso que gente ruim carrega para lá e para cá.

Como ocorre com tudo nessa vida, o mal, ao não encontrar reciprocidade, vai embora.

A vida anda difícil, sobrecarregada, retirando-nos as forças, enquanto nos equilibramos em meio à correria célere do cotidiano esmagador que nos preenche os dias. Poucos conseguem obter real prazer enquanto se dedica ao trabalho, num ambiente em que as pessoas estão se tornando cada vez mais complicadas. O mundo policia cada um de nossos atos, cada palavra que falamos e escrevemos, aguardando algum possível deslize que possa ser usado contra nós.
Com isso, confiamos pouco no outro, quase não nos abrimos com as pessoas, por medo, insegurança e cautela. E isso tudo vai se acumulando dentro da gente, tornando nossos passos cada vez mais pesados e solitários. A gente acaba não aguentando tanto sentimento represado dentro do peito e, muitas vezes, desconta em quem não merece. A gente se isola e vive a solidão em meio a uma multidão solitária.

Isso contribui para que laços afetivos não se firmem, ou seja, não construímos um relacionamento verdadeiro com as pessoas.
Assim, pouco nos importamos com os sentimentos do outro, pouco nos colocamos no lugar de alguém, pouco nos importa que magoemos as pessoas. Para muitos, o outro é apenas alguém que pode vir a ser interessante, caso possa ser usado em seu favor de alguma forma.
Há, como se vê, uma urgente necessidade de não propagar essa ausência de afeto que paira sobre nós, não entrando no jogo de quem só quer disseminar discórdia. Aprenda a não revidar, deixe que a vida faça isso por você.

E ela sempre fará, porque ninguém sai dessa vida sem pagar a devida conta de seus atos. Quando o erro não é seu, apenas relaxe.


Pelas lentes do fotógrafo Anderson Souza


Tromba D'água se formando em Parauapebas, Pará, Brasil. 

A propaganda oficial

Resultado de imagem para HELDER BARBALHO

Talvez Helder Barbalho seja o governador que mais fez publicidade antes de completar dois meses de mandato em toda história paraense. A peça de hoje (“O Pará de volta ao trabalho”) é justificada por três escolas “já concluídas, reformadas e ampliadas”. É pouca realização para tanta propaganda.

Helder está repetindo, em versão ampliada, o procedimento do seu antecessor, o tucano Simão Jatene, tão criticado pelo então oposicionista do MDB por fazer tanta publicidade nos veículos de comunicação. Com o agravante de que o governador acaba destinando verba pública para o jornal da sua família, o Diário do Pará. Não se sente incomodado por essa circunstância?



Resultado de imagem para JORNALISTA LUCIO FLÁVIOLúcio Flávio, paraense e um dos jornalistas mais importantes do Brasil.

Lavar pratos, limpar a casa e dobrar as roupas aumentam seu tempo de vida, diz estudo

 
Para algumas pessoas lavar louça ou limpar a casa podem ser tarefas desagradáveis, enquanto para outras um exercício relaxante.


De fato, um estudo feito por pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade da Califórnia, em San Diego, EUA, descobriu que atividades leves e regulares, como dobrar roupas e limpar a casa pode trazer grandes benefícios para a saúde, inclusive prolongar a vida, segundo informações da Science Daily.

Para o estudo foram consideradas apenas mulheres entre idades de 65 e 99 anos, que foram monitoradas por cerca de quatro anos e meio. Elas usavam durante todo o dia um aparelho de medição chamado acelerômetro, enquanto realizavam suas atividades diárias.

Constatou-se que 30 minutos de atividade física leve por dia, diminuiu o risco de mortalidade em 12% das voluntárias, enquanto as que realizaram 30 minutos de atividade moderada, como andar de bicicleta em ritmo calmo ou caminhada rápida, apresentaram um risco 39% menor.

Melhorar os níveis de atividade física leve e moderada pode ser quase tão eficaz quanto um exercício regular rigoroso de prevenção de uma doença crônica importante“, disse Andrea LaCroix, PhD, autora sênior do estudo e professora do Departamento de Medicina Familiar e Saúde Pública da UC San Diego. “Não precisamos correr maratonas para nos manter saudáveis. O paradigma precisa mudar quando pensamos em ser ativos”.

“Muito do que fazemos diariamente pode melhorar nossa saúde, como caminhar até a caixa de correios, passear pelo bairro, dobrar roupas e arrumar a casa. Atividades como essas são responsáveis ​​por mais de 55% do número de indivíduos mais velhos que são ativos”.
O estudo também descobriu que o benefício da atividade física leve se estendeu a todos os subgrupos examinados, incluindo diferentes origens raciais e étnicas, mulheres obesas e não obesas, mulheres com alta e baixa capacidade funcional e mulheres com idade acima de 80 anos.

As pessoas mais velhas gastam mais energia fazendo os mesmos tipos de atividades que faziam quando mais novas, então seu movimento diário tem que acomodar isso”, disse LaCroix.“Pense em isso como tomar uma pílula (nível de atividade) em doses diferentes (quantidade de tempo) dependendo da idade do paciente. Não é algo único para todos”.

As diretrizes atuais de saúde pública mundial recomendam um mínimo de 150 minutos de atividade física moderada a vigorosa por semana para adultos, enquanto que para pessoas com 65 anos ou mais, isso deve ser seguido no grau que suas habilidades e condições permitam.

“Nosso estudo mostra que, pela primeira vez usando atividade física leve medida pelo dispositivo em mulheres mais velhas, há benefícios de saúde em níveis de atividade abaixo das recomendações da diretriz”, disse LaCroix. “Quando nos levantamos do sofá e da cadeira e nos movemos, estamos fazendo boas escolhas e contribuindo para a nossa saúde”. Então, pense duas vezes antes de se recusar a limpar a casa ou lavar as louças!

Minuto Finanças _ Preso à poupança, brasileiro ainda desconhece outras formas de investimentos


A conscientização do brasileiro com investimento vem crescendo no País, porém muitos ainda não sabem como investir seu dinheiro. De acordo com uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) ficou constatado que mais da metade dos entrevistados, 51%, desejam economizar dinheiro em 2019 e encontrar maneiras de poupar um pouco do que recebem.
Embora isso aconteça, muitos ainda não sabem como otimizar seus rendimentos com outros produtos financeiros. Em outra pesquisa realizada pelo Indicador de Reserva Financeira da CNDL e do SPC Brasil, chegou-se à conclusão que mais de 80% dos entrevistados escolhem a poupança ou a conta corrente do banco como forma de poupar dinheiro. Deste número, 30% alegou que escolhe essas opções por não conhecer alternativas melhores para aplicar seu dinheiro.
De acordo com Felipe Medeiros, sócio-fundador do Mais Retorno, fintech especializada em conteúdo educacional e tecnologia sobre investimentos, o brasileiro ainda considera a poupança como meio mais seguro, mas desconhece que existem outros meios que garantem a mesma segurança com maior rendimento.
“As pessoas ainda acreditam que a poupança é prática porque podem resgatar o dinheiro a qualquer momento”, diz Medeiros. “Embora isso seja verdade, muitos não sabem que não necessariamente o seu dinheiro estará preso em outros investimentos”, complementa.
O especialista afirma que existe uma característica que se chama liquidez diária. “Liquidez diária é a possibilidade que a pessoa tem de resgatar o dinheiro a qualquer momento e, em um dia útil, o valor estará de volta na conta dela”, diz. “Alguns investimentos como CDBs, Tesouro Direto e robôs de investimento possuem liquidez diária. Isso significa que há opções de investimento mais rentáveis e que deixam o seu dinheiro livre para você resgatar quando quiser”, aconselha.

Desemprego bate recorde em sete estados e 13 capitais

Resultado de imagem para desemprego
A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada nesta sexta-feira pelo IBGE mostra que o desemprego no Brasil, ao final de 2018, foi o maior dos últimos sete anos em 13 capitais e em sete estados. A taxa também avançou em oito regiões metropolitanas.
Na média nacional, a taxa de desocupação passou de 12,7% em 2017 para 12,3% no ano passado. Mas, algumas regiões, o desemprego cresceu. Sudeste e Nordeste apresentaram as maiores altas no ano passado, na comparação com 2017. Já o Sul teve a menor taxa, seguido pelo Centro-Oeste. Ou seja, os números finais do governo Michel Temer, encerrado 31 de dezembro, comprovam que o golpe de 2016 contra a presidenta Dilma Rousseff não deu fim à crise econômica do país.
Segundo o estudo, o Sudeste foi a região com maior proporção de capitais com recorde de desemprego em 2018, com altas registradas em Vitória (12,5%), Rio de Janeiro (12,6%) e São Paulo (14,2%). Metade das capitais do Norte e dois terços das do Nordeste estão nessa situação. Apenas no Centro-Oeste nenhuma capital apresentou alta na taxa de desocupação. “Percebe-se que o problema é mais forte nos grandes centros urbanos, acompanhando as maiores concentrações da população. É um desemprego metropolitano, bem maior do que no interior do país”, disse Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE.
Quando a análise é feita pelas unidades federativas, as taxas de desemprego em sete estados não só cresceram de 2017 para 2018 como também foram as maiores da série histórica, iniciada em 2012. Há mais desocupados hoje em Roraima (foi de 9,9% para 12,3%), Maranhão (de 14,3% para 14,4%), Rio de Janeiro (de 14,9% em 2017 para 15% em 2018), Sergipe (de 14,3% para 16,6%), Alagoas (de 16,7% para 17%) e Amapá (de 17,8% para 20,2%).
O caso amapaense é o mais sensível. Além de registrar a maior alta de 2017 para 2018, junto a Roraima, o estado teve a maior taxa de desemprego do ano passado.
Ainda segundo o IBGE, do terceiro para o quarto trimestre de 2018, a taxa caiu em apenas seis das 27 unidades da federação. O desemprego subiu na Bahia (de 16,2% para 17,4%) e se manteve estatisticamente estável em outras 20 unidades da federação.
Mesmo nos estados em que a desocupação caiu entre 2017 e 2018, a situação não melhorou no longo prazo. “Observamos que nenhuma capital ou região metropolitana teve redução na desocupação entre 2014 e 2018. Ao contrário, há aumentos bastante expressivos no período”, explica Cimar, do IBGE.
Para o pesquisador, outro sintoma do problema é a carteira de trabalho, que sofreu queda em todos os estados entre 2017 e 2018. Na comparação mais longa, desde 2014 as quedas são ainda mais expressivas. “Isso revela a qualidade do emprego sendo gerado nos últimos anos. Com a redução da carteira de trabalho e o aumento da informalidade, a contribuição para a Previdência também cai, o que cria problemas mais à frente.”r

Popular Posts