Seguidores

31 de março: memória e luz na história, Sandro Vilhena

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, noite e close-up
Respeitar a história e as lutas de um povo equivale a erguer um memorial permanente nas consciências. 31 de março de 1964 marca a tomada de poder pelos militares e a cessação de direitos políticos e civis no Brasil, por longos 21 anos.

Sem voz e sem vez, os brasileiros foram governados das casernas de generais enquartelados. Puseram todos aqueles contrários à ordem estabelecida, como pseudos comunistas e antipatriotas. A ideologia advinda de Washington e o endurecimento dos Atos Institucionais, instrumento de coerção e repressão oficial, por vezes silenciaram as massas e criaram em paradoxo uma resistência, feita de ideiais libertários e civis. As artes, de uma forma geral, contribuíram para expandir e acender a esperança furtada. Longo e tenebroso período. 

O Brasil precisava, por sua própria vocação, erguer-se como potência moderna. Nosso parque industrial tímido, urgia por rápidas mudanças. Os anseios do povo iam além da bela capital. Era preciso desenvolvimento e urbanização. A marcante e sofrível era Quadros, amainou e fez ruir muitos desses desejos. Goulart era presa fácil, amigo de reformas na estrutura de poder, foi o escolhido. 

O que aprendemos com o 31 de março? Hoje, é outro dia, como preconizava Buarque? Referenciar à memória das vítimas desse período, é recohecer o mesmo sangue que nos une. O Brasil é construído pelos que lutam e tornam-se nação. Ditadura, nunca mais! Retrocesso à sarjeta! 


*Sandro Vilhena*, além de poeta é professor historiador.

Palestra incentiva empreendedorismo aos alunos da escola estadual João Prudêncio de Brito

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sentadas e área interna
Com o tema Empreendedorismo, o pedagogo, teólogo, pastor e empreendedor Nildo Cavalcante, proprietário do Instituto Realizações (Beleza), esteve na última sexta-feira 29, na Escola Estadual João Prudêncio de Brito palestrando para os alunos do ensino médio dos primeiros anos as possibilidades de empreender e obter êxito.

A imagem pode conter: Alderi Gonçalves, sorrindo, área internaA iniciativa foca na motivação dos alunos para desde cedo serem empreendedores, orientando-os a desenvolverem suas  habilidades e transformar o lazer em qualificação profissional e geração de renda, explicou o professor/idealizador, Alderi Santos.

A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e área interna Nildo Cavalcante, empreendedor do ramo de beleza, expôs as diversas formas do empreendedorismo, perfil do empreendedor, comprometimento, metas, pessoas que se destacaram com novas ideias e como elas cresceram. O palestrante citou exemplo do seu filho que abriu um empreendimento, e hoje tem uma vida profissional bem sucedido.

A imagem pode conter: 15 pessoas, pessoas sentadas e área internaA palestra foi uma parceria entre o professor Alderi Santos, a gestora Elizângela Carvalho e o empreendedor Nildo Cavalcante.

Música _ Algo Parecido, Skank

Escorre o tempo que seguro e cabe em minhas mãos
Eu empresto o meu mundo pra te ter então
Você vai acreditar talvez 
Ou senão queira partir de vez. (Fragmentos da música Algo Parecido)

Minuto Finanças _ Com R$ 5 por dia, você se aposenta aos 60 com R$ 500 mil e garante velhice

Resultado de imagem para idosos
Pesquisas mostram que o brasileiro não guarda dinheiro para a velhice, mas depender só da aposentadoria oficial do INSS traz um risco de grande sofrimento. "Tem de poupar. Não há saída. Na velhice, uma pessoa precisa ter renda", afirmou Fabio Gallo, professor de finanças da Fundação Getulio Vargas (FGV-SP) e especialistas em finanças pessoais. Ele mostra que, com investimento de menos de R$ 5 por dia (R$ 143 por mês) a partir dos 30 anos de idade, é possível se aposentar aos 60 anos com um acúmulo de R$ 500 mil, considerando juros de 1% ao mês. Mas, se demorar muito para começar essa poupança, o investimento mensal tem de ser bem maior.

Aumenta número de brasileiros que não poupam 

Uma pesquisa da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) no final do ano passado apontou que o grupo de brasileiros que declarava não guardar dinheiro para o futuro subiu dez pontos porcentuais em apenas um ano, de 47% em 2017 para 56% em 2018. "Esse cenário é assustador", disse o professor da FGV. Principalmente porque a pessoa recebe menos na aposentadoria e começa a gastar mais, sobretudo com saúde. Segundo o professor, um jovem gasta entre R$ 300 e R$ 400 por ano com médicos e medicamentos. No caso dos idosos, esses valores são multiplicados por dez. Ou seja, pulam para R$ 3.000 a R$ 4.000. "Embora esses dados não estejam atualizados, é uma referência que não pode ser ignorada", afirmou o professor.

Veja os cálculos de investimento conforme a idade 

O valor máximo que o INSS paga de aposentadoria é R$ 5.839,45. Para o professor da FGV, é preciso poupar. Se uma pessoa juntar R$ 3 por dia, em um mês terá conseguido R$ 90 e, em um ano, R$ 1.000. Veja o esforço de poupar para a velhice se começar aos 30, 40 ou 50 anos.


O professor disse que, se a taxa de juro com a qual começar a poupar for menor do que 1%, terá de guardar mais por mês. Com 0,6% de juros ao mês, teria de desembolsar R$ 393,94 por mês se começasse aos 30 anos. Aos 50 anos, teria de poupar R$ 2.857,09 por mês durante 10 anos para conseguir os R$ 500 mil", disse o professor.

Cenas da CAPITAL do DINHEIRO

A imagem pode conter: árvore, planta, céu, atividades ao ar livre e natureza
Vergonhoso a situação do bairro Morada Nova, em especial a rua Esmeralda que está em situação precária.

Uma cidade que dispõe de um orçamento de quase 1,3 bilhões de reais, com essa rua pedindo socorro por dias melhores. 
Nenhuma descrição de foto disponível.

Brasileiros se divorciaram mais em 2018

Separações ficaram mais simples após nova lei
número de divórcios extrajudiciais realizados no Brasil em 2018 chegou a 73.934, segundo dados do Colégio Notarial do Brasil - Seção São Paulo (CNB/SP).

O aumento foi de 0,4% em relação ao montante registrado em 2017, de 73.642 atos. Os dados levam em consideração os atos praticados após a aprovação da Lei 11.441/07, que permitiu a realização de inventários, partilhas, separações e divórcios nos cartórios de notas.

"A normativa facilitou o rompimento dos casais e desburocratizou a vida de milhares de pessoas", afirma Andrey Guimarães Duarte, presidente do CNB-SP.

O levantamento também mostra que São Paulo liderou os divórcios feitos em cartórios de notas em 2018, com 17.207 atos, seguido pelo Paraná, com 9.433, e Minas Gerais, com 8.459.




Sem apoio, Guedes começa a tirar o time de campo

O ministro Paulo Guedes ao falar sobre reforma da Previdência em audiência no Senado nesta quarta-feira (27) — Foto: Reprodução/JN
O ministro Paulo Guedes ao falar sobre reforma da Previdência em audiência no Senado nesta quarta-feira (27) — Foto: Reprodução/JN
O ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou não ter “apego ao cargo”, e afirmou que poderá deixar o governo caso o presidente da República, os partidos e os parlamentares rejeitem sua agenda econômica. Ele citou especificamente a reforma da Previdência e o possível reconhecimento de uma dívida de R$ 800 bilhões da União com os estados.
Guedes salientou que não seria irresponsável de deixar o governo após sofrer a primeira derrota. Mas o tom de sua fala na audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado foi melancólico: “Se o presidente apoiar as coisas que eu acho que podem resolver o Brasil, eu estarei [no governo]. Agora, se o presidente ou a Câmara ou ninguém quer aquilo, eu vou dificultar o trabalho dos senhores? De forma alguma. Voltarei para onde sempre estive.”
O ministro prosseguiu: “Vou ficar aqui para quê? Para apagar incêndio? Vou entrar para o Corpo de Bombeiros de Brasília?”
Paulo Guedes reiterou que a economia final de recursos com a reforma da Previdência não pode ficar abaixo de R$ 1 trilhão, sob pena de impedir a adoção do regime de capitalização (quando o trabalhador deposita o dinheiro de sua própria aposentadoria em uma instituição financeira, sem garantia de quanto irá receber).
As derrotas do governo na terça-feira, com a aprovação na Câmara da proposta de emenda constitucional que torna o Orçamento impositivo e a rejeição de pontos da reforma da Previdência por partidos que eram considerados simpáticos à proposta, deixaram o clima tenso em Brasília.
Chegou a haver bate-boca entre o ministro e a senadora Kátia Abreu (PDT-TO). Na chegada do ministro à Comissão, jornalistas foram retirados dos corredores pela segurança, aumentando os protestos dos senadores.

A educação de Parauapebas está de luto

A imagem pode conter: 1 pessoa, chapéu e barba
A Educação de Parauapebas está de luto, perdeu o professor de Língua Portuguesa Francisco Alves Filho, 48 anos, conhecido como "Xico", vindo a falecer nesta quarta-feira 27.

O professor "Xico" atuou no município como professor, diretor, coordenador pedagógico, coordenador do Centro Universitário (CEUP) e na Divisão de Alimentação Escolar (DAE).

A educação parauapebense, sentirá falta desse excelente profissional na área de linguística, o corpo do Xico será levado para o estado da Paraíba, onde será sepultado.    


Cabrobó _ As rapidinhas

Resultado de imagem para as rapidinhas
 A imagem pode conter: 1 pessoa, ternoSai muito caro ser vereador
O vereador Ramsés está nos últimos dois anos de mandato, segundo pessoas mais próximas do vereador confirmam que o mesmo não virá como candidato a vereador nas eleições de 2020.

Para o vereador Ramsés, as eleições são caras, o candidato tem que pagar para entrar no jogo político.

O nobre vereador descobriu um novo empreendimento que gera rendas sem muita dor de cabeça. 
A imagem pode conter: 1 pessoa, em péAs Decepções 
Em conversa com o vereador Lili o mesmo me confirmou que está realmente se planejando para sair da vida pública.

Segundo Lili, os vereadores são muito cobrado pela população. "Tenho muita vontade de trabalhar, mas infelizmente não tenho recurso.

Sempre fui um agricultor, mesmo estando como vereador, então vou continuar cuidando das minhas roças.
 A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e ternoO último mandato
O vereador  Romero Gomes, a velha raposa da política cabroboense, no dia 31 de dezembro de 2020 se despedirá da Casa de Leis, após ficar 28 anos no poder como vereador, fora os outros cargos que assumiu nos governos de Antônio Brandão e João de Né Grande.

A velha raposa se aposentará e cuidará da sua saúde.
Resultado de imagem para tratores 2018 Baixaria na Casa de Leis
Todos são sabedores que as sessões na Casa de Leis é de um nível baixíssimo, onde muitos dos vereadores estão atuando por um acaso, ou um erro de percurso.

Um determinado vereador acusou o seu par de ter votado num projeto de Lei enviado pelo prefeito Marcílio Cavalcanti em troca de um trator.

Lembrando que os nobres vereadores são da dita base do prefeito. 
Resultado de imagem para cabrobóUma cidade que não depende dos políticos para sobreviver
Segundo o IBGE, a população da cidade em 2017 era de 33.856 habitantes. Todos os moradores de Cabrobó são sabedores que se a cidade fosse depender dos prefeitos estaria morta economicamente, culturalmente e socialmente.

A minha linda e eterna Cabrobó vem crescendo porque o povo é guerreiro, mas políticos há muitos anos que não existem, principalmente de palavras. Vergonhoso.  
Resultado de imagem para os tres patetas
Os três patetas da Casa de Leis
Em todas as Casa de Leis, espalhadas por esse Brasil afora sempre existem os vereadores patetas.

Os vereadores patetas são aqueles que chegam junto do prefeito e dizem: Se me fizeres participantes da sua mesa, todos os projetos enviados pelo Executivo à Casa de Leis, nós aprovamos.

Existem três patetas na Casa de Leis que só balançam a cabeça para todos os pedidos do prefeito Marcílio Cavalcanti.   
A imagem pode conter: 29 pessoas, pessoas sorrindoO vereador Jorge feliz da vida fazendo o 40, esquecendo que agora é jacaré
O vereador Jorge de Jacó pela foto parece que já está em plena campanha 2020.

O vereador estava tão empolgado que confundiu o número 15 (Jacaré), com o número 40.

Essa alegria toda, pasmem, foi devido a simples entrega do fardamento escolar. O nobre vereador esquece que não é mais que obrigação do prefeito.
A imagem pode conter: 29 pessoas, pessoas sorrindoA secretaria Lorena era só alegria com coisas tão simples  
A secretária Lorena é engraçada, não vejo ela com essa alegria toda para defender os "seus" professores do terrível ataque que vem sofrendo do prefeito Marcílio Cavalcanti que quer repassar míseros 1% para a classe de professores.

A secretária é uma alegria contagiante para uma simples entrega de uniformes que é um direito dos alunos. Nossa essa secretária está mais para inimiga dos professores do que amiga.
A imagem pode conter: 29 pessoas, pessoas sorrindoO prefeito Marcílio Cavalcanti enganando a ele mesmo   
O prefeito Marcílio Cavalcanti é daqueles políticos de lua. Quando está sóbrio fica igual a cobra, porém quando está fora de si vira falastrão.
A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e multidãoO prefeito sabe que é uma obrigação valorizar a educação, e com ela investir pesado, mas ao contrário aproveita da precariedade do sistema político que escraviza a massa (povo), para fazer de uma simples obrigação, pasmem, um grande evento que só serve para inglês ver.
A imagem pode conter: 29 pessoas, pessoas sorrindoO presidente Dim Saraiva está 24 horas de olho em 2020   
O presidente da Casa de Leis, Dim Saraiva está em plena campanha para prefeito em 2020. Isso é notório só não ver quem não quer, ops esqueci que o Ministério Público não ver nada, aliás só ver quando quer.

O nobre presidente Dim Saraiva tem que se conter, pois sabe que só é convidado para os eventos, devido ser presidente, caso contrário jamais seria convidado.

Alô presidente, vamos cuidar mais da Casa de Leis, e não me refiro só a reformas não, refiro a projetos que venham alavancar o crescimento econômico da cidade.   

Empreendedorismo foi tema de palestra para os alunos da escola Estadual Janelas para o Mundo



O empreendedor, pedagogo e teólogo, Nildo Cavalcante, proprietário do Instituto Realizações (Instituto de Beleza), palestrou para um grupo de cerca de 45 alunos, na escola Estadual Janelas para o Mundo, Parauapebas, Pará.
A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Alderi Gonçalves, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e área internaA palestra é parte do assunto empreendedorismo para iniciante que o professor de Geografia, Alderi Santos, vem desenvolvendo com os alunos do primeiro ano do Ensino Médio e tem como objetivo principal mostrar o quanto a mentalidade empreendedora, aplicada às ações que realizamos no nosso cotidiano, faz a diferença (positiva) na vida profissional e pessoal dos alunos.
A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e área internaO palestrante Nildo Cavalcante disse que o número de pessoas abrindo o próprio negócio aumentou, apesar da crise que o país enfrenta. Para se destacar no mercado, o primeiro passo, segundo o palestrante, é estar a todo o momento atualizado. “Quanto mais eu conheço do meu negócio, projeto ou carreira, mais autoconfiante eu fico”, comentou.

Precisamos Unir o Nordeste

Resultado de imagem para nordeste
O Nordeste é o nosso maior foco de pobreza, apesar de terem tido 500 anos para resolvê-lo.
Mas lá ainda prevalece a cultura das capitanias, uma ou duas famílias dominam cada um dos seus Estados. Suas economias são pequenas, nenhum Estado possui massa crítica, exceto a Bahia.
O Nordeste agrega os menores Estados do Brasil, com elevados custos fixos para uma base de impostos reduzida.
Isso podemos resolver já, e temos a maioria no Congresso.
Fazer uma fusão e incorporação de dois ou mais Estados do Nordeste, como fazemos nas empresas, e assim viabilizá-los.
Juntaríamos todos em três Estados grandes.
1. Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba.
2. Bahia fica como está.
3. Piauí, Maranhão e Ceará.
Em vez de nove Estados fracos digladiando-se entre si por verbas públicas, teríamos três Estados fortes.
A redução de custos administrativos públicos seria colossal, e sobrariam recursos para eliminar a pobreza endêmica do Nordeste.
Milhares de funcionários seriam obrigatoriamente despedidos.
Funcionários públicos com formação superior despedidos terão finalmente que se tornar empreendedores, empregarem nordestinos e assumirem riscos.
Em vez de se acomodarem com risco zero de um emprego público.
Alguém apoia?

Blog do Stephen Kanitz

Minuto Finanças _ Seguro De Vida É Plano De Risco Que Mais Cresce Em Razão Da Violência


O número de homicídios no Brasil bateu seu recorde histórico em 2016, chegando a 62,5 mil ocorrências ao ano, segundo o Atlas da Violência 2018, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Quase 26% superior em relação a uma década atrás, o índice é uma das razões mais expressivas do aumento na contratação de coberturas de risco pelo brasileiro, de acordo com o especialista Cláudio Moreira, fundador da Melhor Seguros (www.melhorseguros.com).

Houve um crescimento de aproximadamente 24% no prêmio direto (valor das contratações) para seguros de vida individuais entre janeiro e novembro do ano passado, totalizando uma arrecadação que ultrapassou os R$ 3,2 bilhões. No mesmo período de 2017, o acumulado foi de R$ 2,6 bilhões, conforme aponta um levantamento da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), com base em dados da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP). “O medo de deixar os filhos desamparados durante a faculdade, o cônjuge sem meios para reestruturar a vida ou até mesmo um integrante de um casal LGBTQ+ que não esteja legalmente casado sem recursos, são alguns dos motores desse mercado”, afirma Moreira.
Além do individual, o seguro de vida em grupo e a prestamista também apresentaram crescimentos expressivos: 6% e 20%, respectivamente. “O primeiro é voltado a funcionários de empresas, associações e sindicatos em caso de invalidez ou falecimento – natural ou causado por algum acidente; já o segundo, é direcionado à quitação de dívidas, principalmente financiamentos de veículos e imóveis”, explica o especialista. Ambas as modalidades de vida e a prestamista correspondem, juntas, a 69% do prêmio direto acumulado em 2018, que soma R$ 34,4 bilhões.
Por outro lado, o fundador da Melhor Seguros lembra que os planos de risco não são voltados exclusivamente a casos de falecimento, mas também permitem que o segurado possa se resguardar financeiramente em vida. “Há contratos que cobrem até doze tipos de doenças graves ou que impeçam o indivíduo de seguir carreira. Uma vez comprovado o diagnóstico, a indenização é feita em vida”, diz. Entre essas doenças estão necessidade de transplante de órgãos, ataque cardíaco e todos os tipos de câncer.
“É recomendável, inclusive, que as mulheres contratem esse tipo de seguro em específico, devido aos altos índices de câncer de mama no Brasil”, lembra Moreira. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), esse tipo da doença representa 29% dos novos casos a cada ano no país.
Há quatro anos no comando da própria startup e com uma experiência de oito anos no mercado de seguros, Moreira observou a demanda por coberturas de vida crescer 30% em 2018, aumento que deve chegar a 45% até o final de 2019, prevê o especialista.

Recife _ 95 anos de lutas e conquistas de dona Maria Luiza

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A noite do último sábado (23), foi de festa para a Sra Maria Luiza Novaes Pires, ou simplesmente “Dona Maria Luiza”, filha do casal Olímpio e Otília Novaes, que nasceu em 1924 em Cabrobó e, se mudou para a capital pernambucana em 1977, completou 95 anos de vida muito bem vividos e recebeu felicitações dos filhos, netos e amigos do abrigo dos idosos.
“Dona Maria Luiza” casada com Julio Pires (In memória), criou seus 10 filhos, sendo 7 vivos e uma adotiva, sendo eles, Sônia Maria, Celso Mário, Silvia Dolores, Solange Maria, Selma Lúcia, Suely Maria, Sávio José (falecido) Higino (falecido) e Olímpio, um menino faleceu ao nascer, e depois adotou Maria Olímpia.
A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e pessoas em péCom muita luta, esforço e determinação, hoje, com toda sua paciência e zelo, todos os seus filhos têm uma profissão.

Hoje, com a graça de Deus ela tem o privilégio de conviver com seus netos, bisnetos e seus 3 tataranetos que se alimentam de sua doçura.
O niver de "dona Maria Luiza" foi comemorado na casa da sua sexta filha Suely.


A velha raposa Rodrigo Maia de olho nas benesses do Palácio da Alvorada

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados 
"A corrupção política é apenas uma consequência das escolhas do povo." _Laércio Monteiro

O deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), Presidência da Câmara dos Deputados, onde está no seu sexto mandato como deputado, e como Presidente da Câmara desde 2016, quando assumiu o  "mandato-tampão" de seis meses, em substituição ao ex-deputado Eduardo Cunha, que havia sido eleito para o biênio 2015-2016. 

Em fevereiro de 2017, Maia se elegeu para um mandato de dois anos, mês passado o Presidente Maia venceu novamente, onde foi eleito em primeiro turno para o biênio 2019-2020, com 334 votos. Rodrigo Maia foi candidato oficial do bloco de coalizão formados por 11 partidos, sendo eles, PSL, PP, PSD, MDB, PR, PRB, DEM, PSDB, PTB, PSC e PMN.
Ao longo desses 4 anos a frente da Presidência juntamente com o Centrão e, com apoio do presidente do PACOTE de MALDADES, Michel Temer, governaram o país ao seu bel prazer, acabando com todos os direitos trabalhistas.
O Presidente Maia querendo faz média com o Presidente Bolsonaro quis trazer para si a responsabilidade de articular a aprovação da "nova Reforma da Previdência". Como o Presidente Bolsonaro  é um "macaco velho" da política da Câmara dos deputados e, conhece como ninguém o que o Maia realmente quer, pasmem, foi logo tratando de dar um canto de carroceria nos desejos da velha raposa, chamado Maia.
Com a sua exclusão, o Presidente Rodrigo Maia, um ávido defensor da Elite do Poder, das grandes e pequenas mídias e, com o apoio dos ditos políticos da "velha política" estão em polvorosa, pois até o momento não foram contemplados com nada nesses 3 meses de governo.
O Presidente Maia, uma velha raposa da política brasileira anda fazendo charminho para receber os mimos necessários, ops querendo os cargos necessários que o Palácio da Alvorada pode oferecer ao faminto Maia e sua ampla coalizão.   

Caruaru é a 15ª cidade melhor de se viver no Brasil


Resultado de imagem para caruaru  sua população
Caruaru, segundo relatório da Firjan, é a cidade pernambucana com maior qualidade de vida atualmente, ocupando a 564ª posição no ranking. O município é o mais importante polo econômico, médico-hospitalar, acadêmico e cultural do agreste. Além disso, Caruaru atrai muitos turistas para a maior festa junina do mundo e para a Feira de Caruaru, tombada como patrimônio imaterial do país pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) 

Parauapebas é a 23ª cidade melhor para se viver no Brasil

Resultado de imagem para parauapebas
Desde 2005, o sistema Firjan — Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro — realiza um estudo que classifica as cidades brasileiras com os melhores índices de qualidade vida. O ranking é elaborado exclusivamente com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde; e leva em consideração três indicadores: emprego e renda, educação e saúde. A avaliação dos municípios varia de 0 a 1. Quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento e posição no ranking. Ao todo, 5.471 municípios foram analisados. A partir desse estudo, a Revista Bula elaborou uma lista que reúne as 27 melhores cidades para se viver no Brasil, considerando a melhor de cada estado. Entre elas, destacam-se Louveira, em São Paulo, a primeira na classificação estadual e nacional; e Vale Real, no Rio Grande do Sul.


Paruapebas ficou com a 23ª colocação entre as 27 melhores cidades para se viver, é um município muito rico, mas a desigualdade social cria problemas na região. Ainda assim, a cidade foi considerada a melhor para se viver no Pará, ocupando a 1318ª posição no ranking da Firjan. As principais atividades comerciais de Parauapebas, que possui cerca de 196.259 mil habitantes, segundo o IBGE, são a mineração, pecuária, agricultura e o comércio.   

Poesia _ Desamor e intolerância, Sandro Vilhena

A imagem pode conter: 1 pessoa, selfie e close-up
 O mundo contemporâneo só se atém a números monetários e tragédias potenciais. A vida e antigas lições de décadas passadas são lembranças de álbuns de família. Encontros e passeios, faziam parte das diversões. Éramos mais seguros e felizes. Veio a urbanização e atraiu milhões de brasileiros para as selvas de pedra. Aproximação entre pessoas? Só para as estatísticas do IBGE. 

Crescemos sem planejamento e sem letras. Circulando entre a periferia do capitalismo e o G8. Engendramos novas perspectivas, do pré-sal a novas commodities, como o minério. Enriquecemos e esquecemos das antigas lições. 

Procuramos no mundo virtual aquilo que deve estar de nós de forma permanente: e a educação e a visão crítica de um mundo de ultra velocidade. Perdemos o encanto pela descoberta e miudezas que compõem o mundo que nos rodeia. O que aconteceu em Suzano, não é fato isolado e nem distante de nossos olhos. 

É preciso voltar-se para valores adormecidos e estranhar, se não repugnar distorções na educação. Sem alteridade e respeito as diversidades, eclodem violências e atrocidades ao próximo. A religião religa o homem a sua essência, que é voltada ao amor filial. Fundamentalismo e fanatismo distorcem o elo com o Criador. 

As vidas que se foram em Suzano e na Nova Zelândia, marcam com o sangue, um alerta retumbante: reaprender o significado da família e ouvir os conselhos dos pais e mestres. 

*Sandro Vilhena, poeta e professor na rede municipal de ensino de Parauapebas-PA

O doutor mais jovem do Brasil é negro e filho de pedreiro e costureira

 
Exemplo de esforço e dedicação, Guilherme Lopes se tornou, aos 26 anos, dois meses e 26 dias, o mais jovem doutor do Brasil.
Ele teve sua tese de doutorado em biotecnologia aprovada na UFPI, em Paranaíba, cujo tema é “Bioprospecção da bergenina isolada de Peltophorum dubium, com ênfase nas propriedades antioxidantes e anti-anti-inflamatórias: aporte para o desenvolvimento de novos fitomedicamentos”. 
Filho de pedreiro e costureira, foi por meio de bolsa de estudos que Guilherme, natural de Piripiri, no Piauí, teve a oportunidade de passar um ano na Espanha aperfeiçoando sua pesquisa no Departamento de Farmacologia da Universidade de Sevilla.
Aluno de escola pública, o caminho de Guilherme Lopes foi pavimentado em função do ENEM e do PROUNI, facilitadores para que conseguisse bolsa de estudos no curso de Biomedicina da Faculdade Maurício de Nassau, na capital Teresina.
“Hoje, pude olhar pelo retrovisor da vida e vi que cheguei até aqui porque nunca vim sozinho. Me lancei ao novo, vivenciei o inesperado, saboreei o doce e o amargo, mas em todo o tempo o Todo Poderoso cuidou de mim”, disse Guilherme.
Atualmente, ele é professor da Faculdade Chrisfapi, onde ministra disciplinas nos cursos de Farmácia e Enfermagem.

Meritocracia não, políticas públicas

Guilherme foi um dos Beneficiados por uma série de políticas públicas de democratização do acesso aos estudos.
A história de Guilherme, reafirma a necessidade do fortalecimento das ações afirmativas como instrumentos de saneamento de desigualdades históricas.
Uma dessas ações é a Lei de Cotas, sancionada pelo governo federal em 2012, que desde então tem provocado uma mudança no perfil dos estudantes de institutos federais e universitários.
A Iniciativa deu um passo para a equidade racial e inclusão pública, ao reservar 50% das vagas para alunos vindos de escolas públicas, negras e indígenas.
O número de alunos negros praticamente dobrou nos últimos 10 anos de acordo com dados da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, a Seppir, a medida já ofertou por volta de 150 mil vagas para negros até 2015.

Você Sabia?

Resultado de imagem para UTI 
Estudo recente do Conselho Federal de Medicina demonstrou que menos de 10% dos municípios brasileiros oferecem esse tipo de leito pelo Sistema único de Saúde (SUS): apenas 532 municípios de 5570 municípios. 

De acordo com dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, o Brasil tem quase mil leitos de UTI. Desses, 49% estão disponíveis para o SUS e 51%, para instituições privadas ou de saúde suplementar. 

28 anos que ficarão guardados na memória dos brasileiros

Resultado de imagem para temer, dilma e lula e color
"O poder é o camaleão ao contrário: todos tomam a sua cor." _Millôr Fernandes_
Nesses 28 anos sobre o comando dos presidentes Fernando Color de Melo (1990-1992), Fernando Henrique Cardoso (1995-2003), Lula (2003-2011), Dilma Rousseff (2011-2016) e do Michel Temer (2016-2018), esse quinteto mágico ao seu modo, ops ao modo do mercado financeiro, deram uma "guinada" na economia brasileira.

Fernando Color abriu a economia ao mercado financeiro, FHC, escancarou e privatizou tudo o que estava ao seu alcance, Lula fez os bancos privados baterem recordes de lucros financeiros. Já a rainha decorativa, Dilma Rousseff, tentou fazer uma política diferente, porém encontrou um congresso repleto de raposas velhas, pasmem, não aguentou a grande mídia, a elite do poder e o congresso, vindo a sucumbir no dia 31 de agosto de 2016, perdendo o mandato.

Assume o vice Michel Temer, e com ele as velhas raposas da política brasileira comandam o país até 31 de dezembro de 2018. Nesses dois anos, o presidente Michel Temer tornou-se um ferrenho defensor do mercado financeiro, nas minhas matérias intitulava o presidente do PACOTE de MALDADES, devido a sua subserviência ao mercado que visava exclusivamente acabar com os direitos dos trabalhadores.     

Nesses 28 anos, dois presidentes sofreram impeachment, sendo eles, Color e Dilma Rousseff, ambos por não compactuar com as velhas raposas da politica brasileira, e também deixaram rastros de corrupção, sendo presa fácil para a elite do poder. 

Nesses 28 anos, pasmem, dois presidentes presos, sendo eles, Lula e Michel Temer que segundo a justiça foram presos por corrupção, triste realidade.

O povo brasileiro nesses 28 anos vem sofrendo de todos os lados os desmandos desses que governaram o país pensando no seu próprio umbigo, ops e no umbigo das grandes mídias, as mídias, e a elite do poder que sem nenhum constrangimento nos saqueiam, triste realidade.    

Brasil cai quatro posições no ranking de felicidade da ONU. Finlândia segue na liderança

Vista do porto de Helsinque
Finlândia, Noruega, Dinamarca, Islândia e Suíça competem pelo primeiro lugar no ranking mundial dos países mais felizes, que a ONU inclui todos os anos em seu Relatório Anual da Felicidade. A edição de 2019 foi publicada nesta quarta-feira, 20 de março, coincidindo com o Dia da Felicidade, e o vencedor se repete: a Finlândia é, pelo segundo ano consecutivo, o país mais feliz do mundo para as Nações Unidas. Já o Brasil perdeu quatro posições, passando do 28º lugar para o 32º em relação à última edição.
Este relatório leva em conta variáveis como o Produto Interno Bruto, a assistência social, a expectativa de vida, a liberdade, a percepção de generosidade, a corrupção e a qualidade de vida dos imigrantes. É preparado pela Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável – um órgão de pesquisa multidisciplinar ligado à ONU –, com a colaboração de fundações e centros de pesquisa, e inclui dados dos últimos três anos.
A parte superior da tabela deste estudo permanece inalterada: os 10 primeiros países do ranking são os mesmos há anos, embora com algumas mudanças de posição. A Noruega, por exemplo, que havia sido a primeira no relatório de 2017, caiu para o segundo lugar em 2018 e o terceiro em 2019. Este ano, o segundo lugar é para a Dinamarca. O último, para o Sudão do Sul, um país devastado por uma guerra civil que já dura cinco anos e pela fome. No total, o relatório avalia 156 países.

Popular Posts