Seguidores

Série - Gestor escolar na CAPITAL do DINHEIRO

Resultado de imagem para o que é ser gestor de uma escola
O blog iniciará uma série de matérias sobre o Gestor Escolar da rede municipal de ensino da CAPITAL do DINHEIRO. Foram meses pesquisando sobre o papel dos gestores/equipes, grande parte dos gestores, diga-se de passagem formados por mulheres, nunca tinham assumidos cargos de grande relevâncias na escola, muitos não fizeram magistério, nem pedagogia, muitos não tem especialização em Gestão Escolar, formação de suma importância. Como vivemos no Brasil, 100% dos gestores foram escolhas políticas. 

Muito tempo cuidando de tarefas burocráticas – e pouco disponível para as questões pedagógicas. Essa é a realidade do gestor escolar no Brasil, segundo pesquisas realizadas pela Fundação Getúlio Vargas.

Em vez de pensar na formação da equipe pedagógica, nos processos educacionais para ampliar o desenvolvimento dos alunos e na relação entre escola-comunidade, a maioria passa o dia conferindo a produção da merenda (90%), supervisionando a limpeza da escola (84%), o fornecimento de lápis e papel (63%) e conferindo as condições das carteiras (58%).


Enquanto, o gestor escolar, não sair da sua zona de conforto a sua equipe não produzirá, o desempenho de sua equipe e escola será pífia. Podemos comparar o trabalho do gestor ao de um maestro, sempre buscando de seus regidos a melhor harmonia possível. Ele deve manter o grupo motivado e comprometido com a formação dos alunos.

Atuando como um articulador entre várias esferas, o gestor precisa ser um líder com visão de futuro, com capacidade de planejamento e um trabalho solidário e democrático, antenado às novas tendências tecnológicas que podem trazer benefícios no desempenho de alunos, professores e funcionários.


Meio ponto ainda é pouco

Resultado de imagem para taxa 0,5%

 
Pela terceira vez seguida, o Banco Central (BC) diminuiu os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa Selic para 5% ao ano, com corte de 0,5 ponto percentual.

Com a decisão desta quinta-feira, a Selic está no menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, em 1986. 

Em comunicado, o BC reiterou a necessidade de continuidade nas reformas estruturais da economia brasileira para que os juros permaneçam em níveis baixos por longo tempo. O texto indicou que uma nova redução de 0,5 ponto deverá ocorrer antes do fim do ano. A próxima reunião do Copom está marcada para 10 e 11 de dezembro.

Entidades do setor produtivo consideraram positiva a redução da Selic para o menor nível da história. Contudo, para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), há espaço para reduções adicionais. Além da perspectiva de que a inflação feche 2019 abaixo de 4,25%, centro da meta para este ano, o avanço de medidas microeconômicas e de reformas estruturais, como a da Previdência, tem melhorado as condições da economia brasileira e a confiança no país.

A CNI também ressaltou que o cenário internacional continua favorável a novas reduções da Selic no Brasil. A entidade citou as recentes diminuições de juros em países desenvolvidos, como os Estados Unidos, como fator que possibilita novos cortes nos juros básicos brasileiros.

A mesma avaliação tem a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que espera que a taxa encerre 2019 em, pelo menos, 4,5% ao ano. A entidade, no entanto, cobra o aumento na competição bancária para que as taxas mais baixas possam chegar ao consumidor final, com a diminuição dos spreads bancários, diferença entre a taxa cobrada pelos bancos do tomador final e a que as instituições financeiras pagam para captarem recursos.

Já para a Força Sindical, mais uma vez o Copom frustra o setor produtivo e se curva aos especuladores. “A redução da Selic anunciada é pequena. Os trabalhadores almejam por uma queda drástica na taxa de juros. A taxa Selic continua proibitiva, e o Brasil perde outra chance de apostar na produção, consumo e geração de empregos”, disse em nota o presidente da entidade, Miguel Torres.



Cabrobó _ As Rapidinhas


Resultado de imagem para pernambucoA ONG Liberdade ranqueou os melhores prefeitos do estado nas seis principais áreas que um município que quer ser bem sucedido tem que investir.

Os 99% dos melhores, prefeitos, pasmem, foram de cidades pouco expressivas, mas que estão sabendo seguir a risca a cartilha.     
Resultado de imagem para pernambucoVeja na tabela abaixo os melhores prefeitos do estado.
Veja abaixo a tabela   
Cidades
Prefeitos  
Finanças
Transparência
Empregos
Saúde
Educação
segurança
Cachoerinha
Ivaldo





Jaboatão dos Guararapes
Anderson Ferreira





Inajá
Adilson Cavalcante





Terra nova
Aline Freire





Barra de Guabira
Dr. Wilson





Santa cruz
Eliane Soares





Resultado de imagem para marcilio cavalcantiA cidade de Cabrobó que tem como prefeito Marcílio Cavalcanti (MDB), ficou no 23º lugar, entre os 185 municípios do estado. 

Ao meu ver, uma vergonha para um município do porte de Cabrobó.
Resultado de imagem para cabrobóVeja na tabela como saiu Cabrobó diante dos três melhores municípios, segundo a pesquisa.
Cidades
Finanças
Transparência
Empregos
Saúde
Educação
Segurança
São B. do Una
28º
51º
22º
22º
79º
São B.do Sul
20º
10º
10º
30º
98º
17º
Orobó
76º
55º
27º
36º
33º
Cabrobó
14º
37º
40º
157º
87º
44º
Resultado de imagem para marcilio cavalcantiO engraçado dessa pesquisa é que o município ficou em 37º lugar em transparência se colocou o salário pago no Portal da Transparência sem estar pago?

Piada.
Resultado de imagem para prefeito marcilio e lorenaA nota da educação, segundo a pesquisa reflete a atual situação em que se encontra o município, que não respeita os professores contratados, ou temporários que estão há meses sem receber.

Prefeito/secretária eita dupla que não respeitam e nem valorizam os professores, e ainda usam da ditadura para calar os mesmos, merecem está na 87º colocação.
  Resultado de imagem para prefeito marcilio e lorenaA saúde, segundo a pesquisa, pasmem, ficou 157º, uma vergonha para uma cidade que nasceu para brilhar.

A saúde levou de lavagem para a pequenina cidade de Terra Nova, que levou o titulo de melhor do estado.
Resultado de imagem para prefeito marcilio e lorenaNo quesito geração de empregos a cidade ficou em 40º perdendo para as cidades de Lagoa Grande e da minúscula Parnamirim.

A cidade está um caos, não gera rendas e nem empregos. A sorte é que os moradores de Orocó, Pedra Branca, Terra Nova e o Ibó vão aquecer a economia local, fora isso a cidade está na UTI.
Resultado de imagem para prefeito marcilio e lorenaA dupla Ma-Lo que estão acabando com a educação, conseguiram fazer mais um feito incrível, dessa vez com os alunos universitários.

Eles, não vão mais pagar os motoristas que levam os alunos à Salgueiro.
Resultado de imagem para prefeito marcilio e lorenaOs alunos universitários a partir de agora terão que desembolsar as diárias dos motoristas, tudo isso, graças ao prefeito e a secretária.

Lembrando que já pagam os combustíveis.  
Resultado de imagem para dim saraiva cabrobóO primeiro-ministro com o seu jeito peculiar de falar em todos os lugares em que se encontra que é o cara.

A cada dia vem cometendo grafes, por cima de grafes. Aprenda primeiro-ministro que és uma autoridade constituída por lei, ou seja, seja prudente.
Resultado de imagem para deputado rodrigo novaesO nobre deputado estadual Rodrigo Novaes, hoje secretário de Turismo em campanha, segundo contou um parlamentar que preferiu não se identificar, disse que o nobre Rodrigo Novaes prometeu um Micro-Ônibus e uma ambulância  para o vereador Dim Saraiva como troca de apoio.
Resultado de imagem para dim saraiva cabrobóAté hoje, o nobre primeiro-ministro Dim Saraiva está aguardando ansiosamente o prometido.
 

Coisas Simples da Vida, Creusa Vicente

A imagem pode conter: céu, oceano, atividades ao ar livre e natureza
Andamos, todos, muito tensos, ansiosos com esta vida... E quando, "tudo é motivo pra um abraço, um consolo..." 

Corremos, nos esquivamos. Vamos buscar alguns lugares comuns, coisas simples da vida, mas vamos levar as coisas simples que estão dentro de nós!!!

Um revigorante e forte abraço...natural assim!




Creusa Vicente, ex-vereadora em Parauapebas-PA.

Cobranças no trabalho e na família prejudicam mais a saúde das mulheres


Resultado de imagem para Cobranças no trabalho e na família prejudicam mais a saúde das mulheres
As cobranças da carreira profissional e dos familiares afetam mais a saúde das mulheres que a dos homens, segundo uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP). O estudo foi publicado no periódico científico Journal of the American Heart Association e foi resultado da pesquisa de doutorado de Priscila Teresa Peranovich Rocco.
Segundo as observações da especialista, para atenderem às expectativas da família e do trabalho, as mulheres cuidam menos de si mesmas e têm menos momentos de lazer. Isso faz com que se sintam mais estressadas, afetando consequentemente sua saúde cardiovascular. 
Em entrevista à GALILEU, Itamar de Souza Santos, orientador da pesquisa, afirmou que eles não analisaram o porquê de as mulheres sofrerem mais as consequências das pressões sociais do que os homens, mas acredita que os papéis de gênero tenham interferência clara na questão. "A cobrança em relação à dedicação com os familiares ainda é culturalmente maior sobre as mulheres", diz o especialista.
Segundo ele, não é só o desejo de realização profissional que torna o trabalho tão importante para as mulheres, mas também a importância de seus salários na renda familiar. "A dificuldade de lidar com um cenário em que as demandas da família e do trabalho são excessivas pode ser, assim, especialmente conflituoso para as mulheres, e levá-las a reduzir o auto-cuidado e a dedicação a hábitos de vida mais saudáveis", explica Santos.

Gina Price Lundberg, diretora clínica do Emory Women's Heart Center, nos Estados Unidos, concorda. Em entrevista ao Medical News Today, a especialista, que não fez parte da pesquisa, disse que as mulheres sentem mais que os homens a necessidade de ter uma vida doméstica "estimulante". "Os homens estão ajudando mais do que nunca, mas acho que as mulheres que trabalham ainda sentem o estresse de tentar fazer tudo", aponta a médica.

Eleições 2020: Daniel Coelho, Marília Arraes e Mendonça Filho são os três mais bem colocados em pesquisa

 
Daniel lidera, seguido de perto por Marília Arraes e Mendonça Filho, João Campos é apenas o quarto colocado.
Para uns é surpresa, para outros não, nem a própria Marília Arraes acreditava nesses resultados. 
Na pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra que o deputado federal Daniel Coeho (Cidadania) é o favorito na disputa pela Prefeitura do Recife, ele aprece com 20% das intenções de voto no cenário de consulta estimulada. Seguido pela deputada federal Marília Arraes (PT) com 15,9%. Como a margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos, os dois estariam tecnicamente empatados.
Os dois primeiros vem sendo seguidos por Mendonça Filho (DEM) com 12,4% e pelo deputado federal João Campos (PSB) que aparece na quarta colocação, encostado com 12,2%. A delegada Patrícia Domingues, ex-titular da Delegacia Contra Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp) pontua com 9,3%. Já o deputado federal Túlio Gadelha alcança 6,5%.
Gilson Machado, presidente da Embratur e aliado do presidente Jair Bolsonaro tem 2,2 pontos percentuais, enquanto que o vereador Ivan Moraes (PSOL) chega a 2,1 e o deputado federal André de Paula (PSD) segura a lanterna com 1,7%.  4,1% dos entrevistados não quiseram opinar, enquanto que 13,5% disseram que não votariam em nenhuma das alternativas apresentadas.


A pesquisa foi custeada pelo próprio instituto Paraná, foram ouvidos 828 pessoas durante os dias 25,26,27 e 28 de outubro. A pesquisa tem uma margem de erro de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o grau de confiança de 95%.

Professores terão três regras diferentes de transição para aposentadoria

Resultado de imagem para professores na reforma da previdencia
A ideia de criar uma Previdência para todos os brasileiros esbarrou em especificidades de algumas categorias, entre elas a de professores. Pela proposta de emenda à Constituição (PEC) nº 6/2019, os docentes terão três regras de transição diferentes para se aposentar: por idade, por pontos e por progressão. No entanto, a categoria não se sente atendida pelas normas especiais.

A idade mínima de aposentadoria para os professores, pela regra aprovada, é de 60 anos para homens, e 57 para mulheres. Os professores terão direito a receber 60% da média de 20 anos consecutivos de contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e a professoras, de 15 anos. A esse valor será acrescido 2% a cada ano excedente de contribuição. Existe a possibilidade de professoras se aposentam aos 51 anos e professores aos 56 com um aumento de seis meses a cada ano, até alcançarem 57 as mulheres, e 60 os homens.

Os docentes também poderão se aposentar, no período de transição, por pontos, em que a soma dos anos de trabalho com os de contribuição deve atingir 91 para homens e 81 para mulheres com, no mínimo 30 anos de contribuição para eles e 25 para elas.

Apesar das diferenças nas regras, a categoria não se sente atendida. A diretora do Sindicato dos Professores do Distrito Federal, Rosilene Correa afirma que o modelo anterior, mais ameno que o atual, já era desvantajoso. Segundo ela, com o maior desgaste dos profissionais da educação, sofrerão, também, os estudantes, que sentirão uma queda na qualidade das aulas.


Ela também não considera que a categoria tenha sido, de fato, beneficiada. “As pessoas acham que basta ter um mínimo de diferença que se considera uma grande vantagem. Nosso pleito era manter as condições atuais, que já são um problema. A realidade do país é de uma categoria adoecida. No DF, temos mais de 5 mil professores afastados das salas de aula, exercendo outra atividade nas escolas. Essa é a prova que não temos saúde para aumentar, sequer, um mês de trabalho. Esse adoecimento não é por acaso. E a reforma pune mais ainda esses trabalhadores. E de carona, compromete os alunos”, avaliou.

Energia

“A educação sofre. Tem sua maioria composta por mulheres. Isso compromete não só a qualidade de vida, mas a qualidade do trabalho em si. Você continua produzindo de acordo com suas profissões. O professor vai lidar com crianças e adolescentes que vão exigir dele uma energia que ele não terá mais. Pois vamos continuar atendendo as crianças e adolescentes”, alertou. Para a presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, Adriane Bramante, “o que foi dado com uma mão, foi tirado com outra”.

Você Sabia?

Resultado de imagem para mulheres 
Quando sofrem um infarto, as mulheres têm duas vezes mais chances do que os homens de morrer até um ano após  o ataque.

Mulheres estressadas são as que mais tendem a se tornar alcoólatras e a desenvolver distúrbios alimentares, principalmente entre 35 e 60 anos.

Parauapebas _ Foi realizado o 2° Encontro do Clube de leitura Pássaros na Janela

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, sentado e área interna
Aqueles que consideram "bruxa" um xingamento não poderiam estar mais enganados: bruxas são mulheres capazes de incendiar o mundo ao seu redor.

Os professores, Kelly Suzy, Paulo Roberto, Josedna Queiroz e Priscila Ueoka estiveram reunidos com os alunos do segundo ano e terceiro ano, da Escola Estadual de Ensino Médio Janela para o Mundo, realizaram o 2° Encontro do Clube de leitura Pássaros na Janela.
Resultado de imagem para livro A bruxa não vai para a fogueira neste livro, de Amanda Lovelace.
O objetivo principal do encontro foi compartilhar as impressões literárias acerca do livro "A bruxa não vai para a fogueira neste livro", de Amanda Lovelace.
A imagem pode conter: 1 pessoa, sentadoA referida obra é um conjunto de poemas, com fio narrativo que apresenta uma história sobre o desenvolvimento das mulheres e como elas veem sua luta pela liberdade de viver e de expressão, muitas vezes ameaçadas pelos homens.
A imagem pode conter: 1 pessoa, comidaO livro mostra de maneira fictícia mulheres ou bruxas - que tomam seu poder de volta depois de séculos de abusos nas mãos do patriarcado. Entre tudo isso, contos de trauma, esperança e empoderamento.
A imagem pode conter: 16 pessoas, pessoas sorrindo, área internaAlém do momento de socialização sobre o livro, professores e alunos desfrutaram de uma tarde de diversão com muita música e banho de piscina, no espaço de eventos no bairro Cidade Jardim.

Campanha ambiental diz que usar roupas sem passar ajuda o meio ambiente


Em meio a tantas notícias sobre o meio ambiente como, o aquecimento global e a poluição dos mares, muitas de campanhas em prol da natureza estão surgindo pelo mundo.

A maioria reforça a importância do consumo consciente e do amor que devemos ter com tudo que a natureza nos dá.
Entre uma campanha e outra, essa vem chamando bastante atenção e dividindo opiniões. A proposta sugere que todos parem de usar o ferro de passar. Isso mesmo! Sairmos por aí todos amarrotados e como diz o ditado “a vida passa e a gente nem vê”.

Segundo alguns apoiadores da campanha, a proposta é realmente interessante, pois além de ajudar o planeta ela também apresenta benefícios como, ganhar tempo para fazer outras coisas, evitar possíveis acidentes com o ferro de passar, reduzir o estresse e gastar menos energia elétrica, ou seja, uma conta de luz mais barata.
Ao reduzir o consumo de eletricidade, reduzimos também as emissões de gases de efeito estufa na atmosfera. Em uma casa onde não se usa mais o ferro de passar roupas, por exemplo, é como se o impacto dos gases produzidos por sete veículos deixasse de existir ou como se 7 árvores fossem plantadas. Essa pequena atitude equivale oxigênio para uma pessoa por 7 dias.

Ou seja, menos energia = mais vida.


Débora Almeida, a melhor prefeita de Pernambuco 2019, segundo ONG Liberdade Pernambuco

Resultado de imagem para prefeito de são bento do unaPrefeita Débora Almeida, a melhor prefeita de Pernambuco 2019 
Vejo São Bento noutra dimensão
Com olhos de criança, carregados de emoção
A lua cheia por trás do sobrado
E aquele namorado na esquina de plantão
Vejo São Bento do velho mercado
Onde o meu eco fascinado respondia
Vejo São Bento enfim na nostalgia
Naquela tarde de verão em que eu partia. (Fragmentos do hino de São Bento do Una)

foi divulgado na última quinta-feira, 24, o ranking dos piores e melhores prefeitos de Pernambuco pela ONG Liberdade Pernambuco. 

Na classificação geral, os três melhores prefeitos, foram de cidades pequenas, como São Bento do Una, com uma população de 59 mil habitantes, São Benedito do Sul, 15 mil habitantes e Orobó com aproximadamente 25 mil habitantes, que se destacaram nas seis áreas pesquisadas, que são Finanças, Transparências, Empregos, Saúde, Educação e Segurança Pública. 
Resultado de imagem para marcilio cavalcantiA cidade de Cabrobó que tem como prefeito Marcílio Cavalcanti (MDB), ficou no 23º lugar, entre os 185 municípios do estado.

Cidades
Finanças
Transparência
Empregos
Saúde
Educação
Segurança
São B. do Una
28º
51º
22º
22º
79º
São B.do Sul
20º
10º
10º
30º
98º
17º
Orobó
76º
55º
27º
36º
33º
Cabrobó
14º
37º
40º
157º
87º
44º





Popular Posts