Seguidores

‘Financial’ vê risco de o Brasil entrar em colapso

Resultado de imagem para brasil triste
O jornal britânico Financial Times, especializado em economia, publicou reportagem na sexta-feira que mostra que o chamado “mercado” está preocupado com os rumos do Governo Bolsonaro.

Segundo o FT, a Câmara e o Senado consideram o governo confuso e inseguro, e políticos de oposição não levam o presidente a sério, o que pode levar o Brasil a “entrar em colapso”.


“No espaço de dois dias desta semana, o líder brasileiro rompeu os laços com dois legisladores do Partido Social Liberal, potencialmente enfraquecendo sua capacidade de aprovar legislação por meio de um Congresso já fraturado e problemático”, diz o texto, reproduzido pelo portal UOL.


O periódico inglês adverte ainda que a disputa política é especialmente problemática por conta da proximidade da votação da Reforma da Previdência, que é defendida pelo mercado internacional.


O racha entre Jair Bolsonaro e o presidente do PSL, o deputado federal Luciano Bivar (PE), provocou uma coleção de reveses na articulação entre Executivo e Legislativo.


Em entrevista à jornalista Marilu Cabañas, da Rádio Brasil Atual, a doutora em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e professora do curso de graduação em Ciência Política na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, Tamara Ilinsky Crantschaninov, ressalta a “total incapacidade” do presidente de articular com a sua própria base. “Nem dentro do partido ele está conseguindo criar algum tipo de consenso”, destaca.


Já para a colunista Miriam Leitão, do jornal O Globo, a agenda econômica está completamente comprometida após a briga no PSL. “O próprio novo líder do governo no Congresso disse isso. As razões são claras. O governo não tem sequer o partido do presidente para construir o apoio a medidas, algumas delas controversas. Para o senador Eduardo Gomes (MDB-TO), o novo líder, aprovando o Orçamento e a reforma da Previdência, as outras pautas econômicas ficarão para o ano que vem”, reforça a jornalista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts